Array

Array

Navegue por assunto


Mulher encarando uma tela de computador do futuro em referência a assistência artificial da Clear, AIA.

Para atuar como um trader é necessário ficar a par das principais ferramentas digitais que facilitam a realização das operações.  

Por meio delas é possível se manter atualizado acerca dos principais temas que envolvem a estratégia de trade, tais como a compra e a venda de ativos, gestão de risco, alavancagem e muitos outros. 

Nesse caso, quando se trata do uso da tecnologia para auxiliar na realização do trade, a Inteligência Artificial apresenta várias vantagens e possibilidades. 

A quantidade de informações recebidas por um trader geralmente é enorme. Além do mais, pelo fato das operações de day trade demandarem muito conhecimento, prática e controle emocional, é normal que uma tecnologia apropriada para essa atividade se torne essencial. 

 
Diante disso, já pensou em ter ao seu lado uma ferramenta que atue como uma assistente virtual, uma espécie de personal trader, capaz de auxiliar em vários aspectos relevantes das suas operações?   

Essa possibilidade já existe! É a AIA, a assistente de Inteligência Artificial da Clear Corretora.  

Para saber mais sobre como a AIA funciona e como ela pode transformar a vida do Trader mais fácil, confira os tópicos a seguir.  

O que é trade? 

Trade consiste em realizar operações de compra e venda, não necessariamente nessa ordem, de ativos e/ou derivativos negociados na bolsa de valores em algum espaço de tempo.  

De forma geral, a duração das operações é bem variável, e depende da estratégia pessoal e perfil do trader.  

Segue, abaixo, os principais tipos de estratégia. Acompanhe!   

Day Trade 

Nesse caso, as operações podem ocorrer de forma rápida, durante poucas horas ou até minutos. Ela consiste basicamente na compra e na venda do ativo no mesmo dia, com o objetivo de assegurar um lucro significativo no final do dia. 

Por se tratar de uma operação que apresenta um prazo mais curto, podendo durar segundos até algumas horas.  

Por isso, quando se trata de Day Trade, é importante ter à disposição uma ferramenta de personal trader, que ajuda a identificar os erros e acertos.  

Dessa maneira auxilia o trader a direcionar seus esforços de maneira assertiva para melhorar seus pontos fracos e assim melhorar seu desempenho.  

Swing Trade 

Nessa modalidade, as operações são realizadas em médio e curto prazo. Além do mais, os investidores asseguram a posse dos ativos adquiridos em um período que pode variar entre um dia ou algumas semanas

No Swing Trade os traders operam levando em consideração as tendências do mercado. Em outras palavras, tudo aquilo que pode afetar a curto ou a médio prazo o valor de um ativo. 

Ao identificar a tendência de mercado, o trader deverá estabelecer a sua estratégia de investimento e determinar os valores de entrada, os lucros e prejuízos estimados. 

Contudo, é importante que você tenha à disposição uma ferramenta para facilitar as suas operações nessa modalidade, que permite auxiliar e analisar aspectos técnicos por meio de gráficos, preços, volumes de venda e outros aspectos. 

O que é AIA, a assistente de inteligência artificial da Clear? 

Quem é trader – ou pretende ser – deve ter em mente que essa atividade consiste em uma complexa modalidade de investimento. Ela exige pesquisa, prática, disciplina e conhecimento.  

Isso ocorre porque o trade envolve operações com tantas variáveis que a tecnologia se torna um elemento para garantir resultados satisfatórios. 

É nesse contexto que a AIA, a Assistente de Inteligência Artificial para traders, torna-se um importante aliado do trader.  

Pois oferece um conjunto de ferramentas, criado a partir da Inteligência Artificial, que auxiliam o profissional a avaliar seu desempenho e identificar o que deve ser melhorado. 

Devido a essa característica, ela tem condições de aprender como você realiza as operações de Day Trade e ainda disponibiliza dicas com o objetivo de otimizar o seu desempenho.  

Além disso, a AIA envia essas dicas em momentos importantes das operações. São eles: 

Como a AIA funciona? 

Na prática, para uma melhor compreensão do funcionamento e do objetivo da AIA, é preciso compreender que a nossa assistente virtual identifica o desempenho dos traders, em situações específicas, alertando-os quando ocorre uma performance que resulta em mais perdas que ganhos.  

Diante dessa situação, conhecida como viés de disposição, o trader recebe um relatório personalizado que contém números comprovando esse viés.  

Com base nisso, o trader vai se deparar com dicas apontando soluções para sanar esse problema e melhorar o desempenho

De uma forma geral, ao utilizar a AIA é como ter à disposição um especialista em trade, ou seja, você passa a ter ao seu lado um assistente virtual que te ajuda a melhorar o seu desempenho constantemente. 

Entretanto, é importante também ficar a par de alguns procedimentos básicos dessa ferramenta. Alguns deles são: 

WhatsApp 

O WhatsApp é uma ferramenta conhecida pela praticidade e rapidez nas interações. Ele também é um importante aliado dos traders que contam com o auxílio da AIA. 

Isso é possível porque a assistente virtual também fornece suporte e orientações por meio do WhatsApp para traders que operam minicontratos

Com isso, torna- se mais fácil receber e visualizar dicas sobre viés cognitivo, gestão de risco e outros temas pertinentes durante a operação. 

E-mail e Push 

A ferramenta AIA foi concebida por pessoas que entendem o universo do trade e isso ajuda na dinâmica em compreender padrões e os diferentes tipos de vieses. 

A AIA é uma ferramenta de inteligência artificial que utiliza e-mail e push para se comunicar com os usuários, avaliando de maneira eficiente cenários arriscados, situações favoráveis a ganhos, efeito e disposição.  

Com isso, a ferramenta se aproxima mais de você e ainda permite melhorar a sua performance, gerenciando os riscos de um modo inteligente e personalizado. 

AIA Score 

Esse é mais um importante recurso oferecido pela AIA, que permite mostrar a evolução do usuário nas operações de trade, identificando os pontos fortes e fracos do investidor e avaliando a performance em pequenos índices, de forma organizada e separada.  

Um exemplo disso é o índice “Max Loss x Gain Médio”. Esse índice é importante porque o ajuda o trader a enxergar quantos dias de gain foram perdidos em um único dia ruim, auxiliando a ter mais disciplina e melhorar a gestão de risco. 

De acordo com pesquisas realizadas com clientes, 85% dos clientes percebem que operam melhor após as dicas da AIA.  

Quais são os comportamentos nocivos dos Traders?

Quem faz parte do universo trade sabe que ele se trata de ter disciplina, pesquisa e prática.  

Não por acaso, a psicologia é um campo que tem tudo a ver com operar trade.  

Inclusive, para atuar como trader é necessário ter controle financeiro, apresentar controle emocional e um bom conhecimento do mercado financeiro

Nesse cenário é que entra o estudo sobre comportamentos nocivos, que ajuda a compreender de um modo mais sólido como gerenciar melhor o seu comportamento na hora de realizar investimentos e aproveitar as oportunidades.  

A seguir é possível conferir alguns desses comportamentos!  

Impulsividade 

Ela é um dos principais fatores para o investidor cometer equívocos nas operações de trade. 

 A impulsividade permite que um investidor que se depara diante de uma informação, acredite que ela seja uma solução, ainda que ela não tenha relevância ou confirmação. 

Um dos motivos que faz muitos investidores serem guiados pela impulsividade é a tendência em encontrar um ponto de referência na hora de basear julgamentos e estimativas. 

Por exemplo, o trader pode ser levado a tomar decisões erradas ao ser exposto a termos técnicos que o façam considerar um investimento como benéfico.  

Esse engano é ocasionado, geralmente, devido a presença de termos como “vantagem”, “grande chance”, “pequena margem de erro” e muitos outros. 

Conhecimento básico ou intermediário 

Esse é um comportamento que pode comprometer os investimentos no day trade. A prática demanda uma análise ampla do mercado para então encontrar as melhores oportunidades.  

E tudo isso em um prazo considerado curto. 

Além disso, o trade deve sempre prestar atenção na quantidade de informações ao redor para, em seguida, lidar com os números e informações na hora de operar

Por essa razão, para operar, não basta apenas ter um conhecimento básico ou intermediário.  

Para obter bons resultados, é preciso se aprofundar no assunto e também contar com uma assistente virtual para ajudar a avaliar a sua performance durante e após o pregão. 

Nesse caso, a AIA é a personal trader perfeita para assegurar investimentos certeiros e lucrativos, graças aos seus recursos avançados.  

Análise de resultados 

Ignorar a análise de resultados é um comportamento prejudicial para qualquer atividade em que se busca melhores desempenhos.  

No mundo do trading, isso não é diferente, pois impede que o investidor tenha uma visão completa das suas operações 

Por isso, para evitar equívocos nas operações é necessário observar os gráficos para entender as variações e compreender melhor o seu desempenho, tomando decisões rápidas e seguras. 

Sendo assim, com a AIA ao seu lado, você terá capacidade de avaliar melhor seu desempenho, te auxiliando a driblar esses comportamentos nocivos, obtendo mais controle emocional nas operações de trade. 

Viés cognitivo: como esse conceito influencia os investimentos? 

Mulher sentada em frente a um notebook aprendendo sobre a AIA, assistente virtual da AIA.

O viés cognitivo consiste em um modo constante de pensar, tomar decisões e agir. É um caminho que o nosso inconsciente segue quando optamos por uma determinada alternativa, tornando as nossas escolhas tendenciosas.  

Sendo assim, existem diferentes tipos de viés cognitivos e que influenciam em tomadas de decisões decisivas durante os pregões, resultando em comportamentos nocivos que influenciam negativamente os investimentos.  

Viés de ancoragem 

Esse é o viés cognitivo que mais influencia as decisões do nosso dia a dia. De um modo geral, o viés da ancoragem leva em conta a tendência de avaliarmos de forma inadequada alguns conceitos

Em outras palavras, esse viés explica que é comum apoiar os nossos pontos de vista a um ponto de referência, ou seja, uma âncora, que influencia diretamente ao basearmos nossos julgamentos e estimativas. 

Viés da confirmação 

Esse viés representa o modo inconsciente de avaliar e interpretar as situações de acordo com uma visão pré-fabricada do cotidiano ao nosso redor.  

Logo, o viés da afirmação explica como funcionam os nossos preconceitos. 

No caso do cenário dos traders, caso o investidor seja muito agarrado a ideias determinadas, será difícil realizar avaliações objetivas e eficientes. 

Um exemplo disso é se convencer que uma empresa é um investimento viável com base apenas no seu ponto de vista e não em uma pesquisa mais profunda. 

Viés de recência 

É um tipo de viés ligado com as tomadas de decisões. Ele consiste basicamente em decidir com base apenas em resultados recentes. 

Esse viés pode ser prejudicial, pois o trader pode deixar de lado o raciocínio lógico e o ponto de vista objetivo, dando prioridade para uma visão puramente emocional, resultando com isso possíveis erros e prejuízos. 

Viés pré-escolha 

Graças a esse tipo de viés, os traders tomam as decisões baseadas na emoção, o que leva a realizar compras e vendas em instantes totalmente inadequados, normalmente por meio da influência de questões ideológicas. 

Viés do ponto-cego 

Ele é a capacidade que o trader tem de identificar os outros tipos de vieses cognitivos no modo de agir de outras pessoas, porém sem a capacidade de apontar tais características em si mesma. 

Na prática, é possível detectar esse viés a partir do momento em que um trader revela os equívocos de outros investidores, mas permanece adotando as mesmas práticas. 

Quais as vantagens da AIA e como ela pode te ajudar a superar desafios? <h2>  

Quem lida com trade deve se manter informado e gerenciar uma grande quantidade de números e informações na hora de realizar as operações. 

Diante de tantos dados a serem analisados, a utilização da tecnologia se torna uma solução extremamente necessária.  

Nesse cenário, a presença de um personal trader pode fazer toda a diferença. Por isso, vale conhecer a inteligência artificial AIA. 

A AIA, tecnologia apresentada pela Clear Corretora, é a ferramenta ideal para quem se interessa por trade e também para quem já faz parte desse universo.  

Essa tecnologia oferece recursos que podem otimizar o seu desempenho nas operações e vários outros benefícios. E algumas dessas vantagens podem ser conferidas com mais detalhes.   

Comunicação personalizada 

A AIA, devido a sua característica de assistente virtual e personal trader, disponibiliza para o trade uma comunicação personalizada, que conta, por exemplo, com WhatsApp e e-mails. 

Isso facilita a melhorar o seu desempenho, visto que ela produz relatórios de performance e ainda traz recomendações para o trader ter um aprendizado mais amplo, auxiliando na otimização das suas operações.  

Gestão de risco 

Assim como qualquer outra operação de investimento em renda variável, fazer trade envolve riscos.  

Entretanto, os insights disponibilizados pela AIA ajudam os traders a evoluir em um dos principais pilares para o sucesso no trading: o gerenciamento de risco, frente ao retorno esperado.   

Os riscos são uma presença constante quando o assunto se trata de investimentos. Por causa disso, ter a possibilidade de gerenciá-los é uma parte fundamental dos processos

Educação e desenvolvimento 

Conhecimento avançado acerca do mercado financeiro é uma parte fundamental para obter bons resultados na prática de trade. A AIA, nesse caso, proporciona noções importantes sobre esse tipo de investimento. 

A razão para isso são os relatórios, que revelam aspectos positivos e negativos, bem como o score que mostra como está o desenvolvimento das suas performances. 

Gestão emocional 

Por lidar com investimentos e movimentações de mercado que podem ser mudadas em questões de segundos, a questão emocional é um detalhe essencial para quem quer ser um bom trader. 

Com uma ferramenta personal trader como a AIA, você pode assegurar uma boa gestão emocional, eliminando vieses cognitivos que podem prejudicar o seu discernimento na hora de realizar as suas operações

Por que os traders precisam de um personal trader? 

Trade é um tipo de investimento que demanda conhecimento, envolve uma quantidade considerável de dados e também possui determinados riscos. 

Segundo pesquisas realizadas pela Corretora Clear, 86% dos traders consideram que possuem um nível de conhecimento entre médio e intermediário, o que impacta diretamente do desempenho dos mesmos.  

Por isso, é interessante ter à disposição algum tipo de orientação ao realizar as operações. 

O que é Personal Trader? 

Podemos considerar que um personal trader é um consultor especializado em auxiliar o investidor a obter melhores resultados no universo dos investimentos.  

Se essa orientação contar com o suporte de uma tecnologia baseada em Inteligência Artificial, melhor ainda. 

 A AIA, que pode muito bem ser considerada uma personal trader, é uma solução bastante viável no segmento do Trade.  

A razão para isso é pelo fato dela contar com recursos que orientam os investidores a atingirem os seus objetivos, tudo isso por meio de relatórios precisos, que auxiliam a garantir uma boa performance nas operações.  

Por que escolher a Clear Corretora? 

A Clear Corretora é uma marca da XP Inc. e tem suas operações incorporadas à XP Investimentos CCTVM S.A., uma instituição financeira autorizada pelo Banco Central do Brasil. 

Hoje em dia a Clear surge como um importante nome no segmento dos investimentos e a AIA é uma prova disso. Além da AIA, a Clear Corretora também apresenta outros recursos importantes.  

Corretagem zero 

A corretagem consiste em uma taxa cobrada pelas corretoras com o objetivo de intermediar o envio de ordens de seus clientes para a Bolsa de Valores.  

A Clear foi pioneira, em 2018, a zerar a corretagem. Com isso, o custo atual de corretagem é zero, independentemente do produto que você decidir operar.  

A vantagem disso é que você tem condições de economizar nos custos e pagar apenas as taxas da Bolsa, com a possibilidade de ter mais capital para operar e aumentar as oportunidades de lucro. 

Plataforma zero 

Com essa possibilidade, você tem condições de operar a partir de um minicontrato no mês com RLP Ativo.  

Isso assegura automaticamente a isenção de 100% da mensalidade de uma das plataformas participantes e você não paga nada pelo uso da ferramenta.  

Entre os benefícios da operação com minicontrato, é possível mencionar maior alavancagem e redução de margens. 

Sala de análise 

A Clear Corretora apresenta salas ao vivo com analistas experientes que operam diariamente e em tempo real. 

Com isso, todos os dias, durante o horário de pregão, você vai contar com a ajuda de analistas ao vivo, sanando as suas dúvidas e interagindo.  

Conclusão  

A Inteligência Artificial já se tornou uma ferramenta importante no nosso dia a dia. Ela está presente em aplicativos, câmeras com reconhecimento facial, dispositivos domésticos e até mesmo nas operações de trade. 

A AIA é a ferramenta de inteligência artificial da Clear Corretora que vem para ajudar o trader a gerenciar comportamentos que podem prejudicar o investimento, bem como apresentar relatórios que servem para melhorar o seu desempenho de forma constante. 

Com dicas personalizadas por meio do WhatsApp e recursos importantes como o AIA Score, essa ferramenta é uma importante assistente virtual, a personal trader ideal para auxiliar os seus investimentos. 

Já pensou ter um personal trader para ajudar a tomar as melhores decisões em investimentos?  

Essa é a proposta que a AIA oferece. Para saber mais, solicite uma demonstração hoje mesmo dessa ferramenta exclusiva e aumente os seus resultados no mundo do trade.  

Clique e abra sua conta na Clear

Array

Array

Navegue por assunto


Durante muito tempo, a taxa de corretagem esteve entre os principais custos para o investidor de renda variável no Brasil. 

Para traders que trabalham no mercado financeiro e operam com frequência, seu peso era ainda maior, afetando a rentabilidade alcançada. 

Mas essa realidade mudou!  

Visando democratizar o acesso à bolsa de valores, algumas corretoras (a Clear foi pioneira) zeraram a taxa de corretagem. 

Assim, investir em ações, fundos imobiliários, contratos futuros e diversos outros ativos no universo da renda variável ficou bem mais barato. 

Quer entender o que é e como funciona a taxa de corretagem? E melhor: como não arcar com esse custo ao investir? 

Então, avance no conteúdo que criamos para você! 

O que é taxa de corretagem: conceito 

Taxa de corretagem é uma comissão paga a um intermediário pelo serviço de negociação de determinado ativo

Um bom exemplo vem do mercado imobiliário: quando você vende um apartamento por meio de uma imobiliária ou corretor, paga uma corretagem sobre o valor da transação. 

No mercado financeiro, a lógica é a mesma. Taxa de corretagem é o pagamento cobrado pelas corretoras e distribuidoras de valores mobiliários em operações de compra e venda junto à B3

No mercado imobiliário, você até pode comprar ou vender uma casa sem a participação de um terceiro. Porém, ao operar na bolsa, isso não é possível. Toda negociação precisa ser intermediada por uma corretora de valores

Quais são as regras para a taxa de corretagem? 

Corretoras de Títulos e Valores Mobiliários (CTVM) e Distribuidoras de Títulos e Valores Mobiliários (DTVM) podem definir livremente como cobrar a taxa de corretagem

A Clear foi pioneira em zerar a corretagem para todos os produtos de renda variável, tornando o investimento menos custoso e, por consequência, mais rentável. 

Mas, ainda há instituições que cobram pelo serviço por meio de taxas que se apresentam de forma fixa ou variável. 

Agora que você já sabe o que é taxa de corretagem, é importante saber, também, quais são as maneiras que essa comissão se apresenta e estão presentes no mercado. 

Valor fixo 

A taxa de corretagem fixa é muito comum entre instituições que oferecem o home broker, sistema que permite ao investidor escolher quais operações fazer e quais ordens enviar. 

Como as regras são específicas de cada corretora ou distribuidora de valores, é importante que o investidor consulte a tabela de custos antes de investir. 

Algumas instituições cobram valor fixo independentemente do tamanho da operação. Nesse caso, uma ordem de compra no valor de R$ 100,00 ou de R$ 100 mil, por exemplo, não altera o custo da corretagem. 

outras instituições dão descontos para operações maiores de acordo com faixas de valores. 

Olhando com foco em traders que operam com frequência, há corretoras que oferecem, ainda, pacotes com direito a determinada quantidade de operações por um valor mensal. 

Porcentagem sobre o valor da operação 

Algumas corretoras e distribuidoras de valores mobiliários, por sua vez, adotam a corretagem variável

Quando a cobrança é feita considerando uma porcentagem sobre o valor da operação, quanto maior a ordem, maior o custo. 

Para investidores que operam pequenos valores, a corretagem variável pode até ser vantajosa. E para quem compra e vende em grandes volumes, pode ser uma desvantagem, já que os custos são proporcionais.

A foto mostra uma mulher em um escritório, sorrindo enquanto fala ao telefone e mexe no notebook, onde pesquisa sobre taxa de corretagem e corretoras com taxa zero.
É importante que a análise para a escolha da porcentagem sobre a operação para a taxa de corretagem seja realizada levando em conta seu contexto e perfil como investidor

Fixo mais porcentagem 

A taxa de corretagem também pode ser híbrida: um valor fixo e um percentual sobre o total da transação. 

Tanto a corretagem variável quanto a híbrida são mais comuns em investimentos feitos via mesa de operações. 

São negócios fechados por telefone, nos quais o investidor conversa com o operador, diferentemente da ordem enviada pelo home broker. 

Como funciona a taxa de corretagem 

Como a gente viu até aqui, a taxa de corretagem não é padronizada para todos os tipos de investimentos

Para saber como seu banco ou corretora cobra pela prestação de serviços, pesquise no site oficial da instituição pela tabela de preços e taxas (a aba com o link em geral fica na parte superior da página principal). 

Na Clear, você não paga taxa de corretagem nem de custódia para operar na bolsa de valores. 

Taxa de corretagem para ações 

Para negociação de ações no mercado à vista, as instituições geralmente cobram taxa de corretagem por quantidade de ordens. 

Se você compra um lote de ações e o vende em seguida, são duas ordens: uma de compra e uma de venda. 

Para operações feitas pelo home broker, o mais comum são valores fixos. Se for variável, a porcentagem incidirá sobre a soma da operação. 

Algumas instituições dão descontos de acordo com o volume negociado dentro de determinadas faixas de valores: quanto maior, menor o custo da corretagem

Taxa de corretagem para contratos futuros 

A cobrança de corretagem para contratos futuros costuma ser diferente da taxa para ações. No mercado de ações, a cobrança é por ordem. Já no mercado futuro, é por contrato

Ao negociar 10 contratos futuros, por exemplo, mesmo que em uma única operação, a taxa de corretagem vai incidir sobre cada um dos 10 contratos. 

Existem corretoras que também cobram taxas diferentes para contratos cheios e minicontratos. Por isso, fique atento! 🔍 

É importante ressaltar que operar minicontrato, em geral, é mais barato já que são uma maneira de facilitar o acesso do pequeno investidor. 

Contratos futuros são derivativos de commodities, dólar, índices, dentre outros, negociados no mercado futuro. São usados tanto para proteger uma carteira de investimento (fazer hedge) quanto para especular ganhos no curto prazo com oscilações de preço. 

Taxa de corretagem para bancos 

Como mencionamos acima, diversos bancos oferecem serviços de corretagem aos clientes que desejam investir em ativos negociados na bolsa. 

Assim como as corretoras, eles também podem cobrar a taxa de corretagem pela intermediação das ordens entre o investidor e a B3. 

Conceitualmente, contudo, vale saber que há diferentes tipos de bancos: 

Tradicionalmente, os bancos cobram taxas de corretagem mais altas que as corretoras de valores. Entre as explicações, pode estar a aposta na comodidade do cliente. 

Contudo, com as facilidades proporcionadas pela tecnologia, migrar os investimentos para instituições que não cobram corretagem ficou fácil. Devido à concorrência, alguns bancos até têm reduzido os custos operacionais para evitar uma debandada de clientes. 

De qualquer forma, não há motivos para gastar com corretagem (por menor que seja) se você tem a opção de operar o quanto quiser sem pagar mais por isso. 

Tabela Bovespa de Corretagem Variável 

Com o propósito de estabelecer um teto para a cobrança dos serviços de corretagem, o Conselho Monetário Nacional (CMN) criou a Tabela Bovespa de Corretagem Variável

A tabela vigorou por muitos anos até que, em 2000, o próprio CMN (Resolução 2.690/2000) alterou normas que disciplinam o mercado de bolsa e extinguiu o tabelamento da taxa. 

O artigo 37 da resolução estabeleceu que a corretagem para operações com títulos ou valores mobiliários deve ser “livremente pactuada entre o prestador do serviço e seus clientes”. 

Mesmo com a extinção dos parâmetros de preço, muitas instituições financeiras continuaram usando a Tabela Bovespa de Corretagem Variável. 

A seguir, confira quais são as suas faixas de preço: 

Volume operado no dia Taxa de corretagem Adicional 
De R$ 0 a R$ 135,07 zero R$ 2,70 
De R$ 135,08 a R$ 498,62 2% zero 
De R$ 498,63 a R$ 1.514,69 1,5% R$ 2,49 
De R$ 1.514,70 a R$ 3.029,38 1% R$ 10,06 
Acima de R$ 3.029,38 0,5% R$ 25,21 

Quer saber mais sobre outras taxas cobradas para investir na bolsa de valores? Então, assista ao vídeo abaixo, com um resumo que o canal da Clear no YouTube preparou sobre o tema:

Quem aplica as taxas de corretagem? 

Com a extinção da tabela que estabelecia limites para a cobrança da taxa de corretagem, as instituições financeiras ficaram livres para determinar o preço pela prestação do serviço. 

Bancos 

Os bancos que oferecem serviços de corretagem em geral cobram taxas mais altas

Com o surgimento de corretoras independentes com foco em democratizar o acesso ao mercado de capitais, a concorrência se acirrou, o que ajudou a suavizar os custos. 

Mesmo assim, taxas de corretagem são comuns nos bancos tradicionais. 

Corretoras de valores 

As corretoras de valores são especializadas em investimentos e buscam sempre oferecer o melhor custo-benefício para o cliente. E além do benefício das taxas mais baixas e assertivas, outra vantagem é a facilidade de abrir conta em uma corretora.  

Hoje, esse processo é simples e rápido, sendo realizado integralmente pela internet, sem burocracia ou necessidade de comparecer ao endereço físico.  

Outro mecanismo que facilitou a vida do investidor e barateou as operações em bolsa é o home broker

Por meio dele, o próprio investidor envia suas ordens de compra e venda, analisa gráficos e acompanha o desempenho do mercado. 

Bom para o cliente, que não precisa recorrer à mesa de operações  também para a corretora, que tem menos custos operacionais e consegue ser mais competitiva. 

Qual corretora cobra menos taxa de corretagem? 

Antes um obstáculo, a taxa de corretagem não é mais preocupação para o investidor de renda variável

E a Clear se orgulha da sua importante contribuição para isso. 

Taxa de corretagem Clear 

A Clear foi pioneira em zerar a taxa de corretagem para todos os produtos negociados na bolsa de valores. 

Além da isenção da corretagem, também não cobra taxa de custódia

Cliente Clear tem à disposição plataformas de alta performance, aplicativo para celular e todas as ferramentas para explorar as oportunidades do mercado sem pagar mais por isso. 

Ainda não é cliente? Então abra sua conta gratuitamente e aproveite. 

Quais as taxas cobradas pela Clear? 

Como você sabe, a Clear não cobra taxa de corretagem para nenhum ativo de renda variável: ações, contratos futuros, a termo, ETFs, BDRs, dentre outros. 

A taxa zero independe do volume e da modalidade. A regra vale para day trade, swing trade e qualquer outra estratégia de investimento. 

Outros serviços com taxa zero na Clear são: 

Haverá custos na Clear apenas em três situações: 

      👉  Mesa de operações: se você quiser enviar ordens pela mesa de operações e não pelo home broker, pagará taxa de corretagem por isso 

     👉   Encerramento compulsório: em determinadas situações, o departamento de risco da corretora poderá encerrar compulsoriamente suas posições. Vale para alguns casos de operações alavancadas ou day trade com posições em aberto no fim do pregão 

     👉   Exercício de opções: para comprar e vender opções, o custo é zero. O pagamento ocorrerá apenas em casos de exercício da opção. 

Como funciona a corretagem zero da Clear? 

A corretagem zero funciona exatamente como o nome sugere: você não paga por ordem emitida, nem por volume de operações. 

Mesmo que invista R$ 100 ou R$ 1 milhão, na Clear, não há cobrança da taxa. 

Isso permite ao cliente operar quantas vezes quiser em lote padrão ou no mercado fracionário sem se preocupar com a quantidade de ordens

Essa é uma grande notícia para quem busca a maior rentabilidade em seus investimentos. 

O custo da corretagem, quando existe, pode corroer os resultados em renda variável. 

Se somarmos a essa taxa os impostos que podem ser recolhidos sobre os rendimentos obtidos, como Imposto de Renda e IOF, o peso fica ainda maior. 

O que é taxa de registro Clear? 

Dependendo do tipo de ativo, algumas taxas cobradas pela B3 são repassadas pela Clear, como é o caso de emolumentos, taxa de liquidação e taxa de registro

A taxa de registro é cobrada pela bolsa para registrar algumas operações de compra e venda que necessitam de abertura de posições ou encerramento antes do vencimento. 

O serviço é feito na Clearing, sistema integrado que realiza o registro, aceitação, compensação, liquidação e gerenciamento de risco. 

Mercado a termo e opções são exemplos de operações sobre as quais incide a taxa de registro. 

Investir na bolsa pode ser para você 

A foto mostra uma mulher em uma sala ou escritório, escrevendo sobre taxa de corretagem em um pequeno cardeno. Na mesa à sua frente, existe um notebook.
A renda variável tem ótimas oportunidades para atingir todos os seus objetivos, com produtos para todos os perfis de investidor sem se preocupar com taxas de corretagem

E como você viu ao longo do texto, o custo com taxa de corretagem não é mais um obstáculo entre você e a bolsa de valores. 

Em poucos cliques, você abre sua conta digital gratuitamente na Clear, transfere os recursos e tem acesso a todos os ativos e ferramentas para começar a investir. 

Conclusão 

Ao longo desse texto mostramos o que é a taxa de corretagem, apresentamos seus tipos e como cada instituição financeira lida com esse custo junto com seus usuários. 

Mostramos também que, apesar de a corretagem ter previsão legal, a mesma  pode prejudicar a rentabilidade dos seus investimentos. 

A boa notícia é que você não precisa mais se preocupar com isso. 

Com a taxa zero da Clear e toda estrutura necessária para investir ao seu alcance, você pode focar na seleção dos ativos e montar uma carteira robusta e rentável. 

O que está esperando para começar? É só abrir sua conta agora! 

Array

Array

Navegue por assunto


Saber como começar a investir pode ser um grande desafio. Pensando nisso, criamos esse passo a passo para sanar suas dúvidas e convidar você a investir na Clear, que simplifica o processo com corretagem zero. 

Vamos lá? 😉 

Como investir na Clear: passo a passo 

Conheça agora as principais etapas para investir na Clear, desde a parte operacional de criação e ativação da sua conta, até entrarmos mais propriamente em como começar a investir. É simples e prático: 

1. E-mail de boas-vindas 

O primeiro passo, é claro, é abrir conta na Clear. A plataforma te passa todas as informações e segurança necessária para analisar como começar a investir. 

Assim que a sua conta for aprovada, você receberá um e-mail de boas-vindas com as informações necessárias para acessá-la, como login, senha, assinatura eletrônica e dados para transferência

Para acessar a sua conta e começar a operar, acesse o site e clique em “login” (ao lado direito da tela). Depois, utilize os dados que recebeu por e-mail: 

Print screen da tela de login da Clear. Ao topo, lê se "bem-vindo à Clear", e após, os campos para preenchimento de CPF, data de nascimento e senha. Mais abaixo ao botão "acessar minha conta" e os links para quem esqueceu sua senha ou assinatura eletrônica

O primeiro acesso deve ser feito pelo computador e não pelo aplicativo, pois é necessário que você assine o contrato de intermediação e preencha o formulário Suitability (falaremos mais sobre ele no próximo passo). 

Importante: Caso não tenha recebido o e-mail de boas-vindas, ou tenha problemas no seu login/senha, siga o passo a passo: 

Acesse corretora.clear.com.br > Suporte (em cima à direita) > role a tela até “Assistente virtual” > “Ainda Não sou Cliente” >  Nome e e-mail > Cadastro. 

2. Primeiro acesso a sua conta Clear 

Depois de abrir conta na Clear, você poderá dar início às configurações iniciais. 

No seu 1º acesso será necessário: 

O formulário deve ser respondido da forma mais sincera possível. Dessa forma, você será enquadrado em um perfil de risco e, a partir disso, podemos disponibilizar os produtos correspondentes ao seu perfil

Vale lembrar que para começar a investir em ações o seu perfil deve se enquadrar no perfil agressivo. Para investir em Contratos Futuros (Dólar e Índice) é necessário ter o perfil agressivo

👉 Importante: a sua assinatura eletrônica (enviada por e-mail) é usada para criar uma nova senha. Além disso, é necessário aceitar os termos e preencher o perfil suitability no 1º acesso. Sua assinatura eletrônica também será utilizada para realizar operações e movimentações na conta, sendo fundamental para investir na Clear. 

3. Conheça o Clear Pro 

Agora, você está pronto para investir na Clear.Uma vez logado (a), você poderá acessar o Clear Pro. 

O Clear Pro é o Home Broker oficial da Clear. Por meio dele, você pode  realizar suas operações e gerenciar seus investimentos de forma simples e on-line.  

Para conhecer suas funcionalidades e saber como começar a investir na plataforma , disponibilizamos um vídeo de apresentação: 

Vale lembrar que, além do Clear Pro, você também tem acesso às plataformas mais completas do mercado, caso tenha interesse em operar por meio delas. 

4. Estude e pesquise 

Estude sobre as empresas que deseja investir e também sobre gerenciamento de risco –esses passos são muito importantes para qualquer pessoa que estuda como começar a investir

Para te ajudar a escolher os ativos para compor a sua carteira, na Clear você conta com suporte 100% gratuito de diversas formas, como ebooks, tutoriais e salas com os melhores analistas do mercado ao vivo durante todo o pregão. 

Veja algumas das principais vantagens: 

Time de analistas e salas de análise 

Os clientes Clear contam com o suporte, ao vivo e durante todo o pregão, do mais renomado time de analistas do mercado

Por meio das salas de análise gratuitas, você acompanha as estratégias do #TeamClear e tira as suas dúvidas em tempo real. 🕗 

Para acessar, basta logar e clicar na opção #TeamClear (menu superior, lado direito da tela) e escolher a sala que deseja acompanhar. 

E-books 

Disponibilizamos e-books com os temas mais relevantes do mercado para você tirar todas as suas dúvidas, quando e onde quiser.  

👉 Confira nossos E-books

Youtube 

O nosso canal no Youtube é recheado de conteúdos para quem quer aprender a investir em Renda Variável

Por meio dele, você tem acesso aos tutoriais para operar no Pit de Negociações, fechamento do mercado para estar por dentro de tudo que acontece e vídeos educacionais com os nossos parceiros, os influenciadores Pit Money e Bea Aguillar

No vídeo abaixo, o influenciador e economista Pit Money, explica como montou a sua 1ª carteira de investimentos. Veja:  

5. Efetue a transferência de recursos 

Uma vez com o perfil suitability preenchido e decidido (a) sobre onde investir, é hora de realizar a transferência do valor que desejar para a sua conta na Clear. 

Para garantir a segurança das suas transações, o envio de recursos é feito via TED da sua conta no banco para a sua conta de mesma titularidade na Clear. 

Lembrando que depósito em dinheiro e cheque não são aceitos

Veja como funciona para realizar o depósito na Clear:

Caso queira acessar os dados para transferência pelo próprio Pit de Negociações, basta clicar no seu login, menu superior lado direito da tela, e depois em “movimentações”. 

6. Invista com corretagem zero* 

Pronto! Agora chega a melhor parte: investir. 

Lembrando que a Clear tem corretagem zero para todos os produtos, BM&F e BOVESPA – sem data de validade ou pacote promocional. 

*Algumas operações estão sujeitas a cobranças. Confira nossos custos em corretora.clear.com.br/custos/.  A ausência de cobrança da taxa de corretagem é aplicável às ordens executadas pelo próprio cliente, via plataforma eletrônica de negociação ou site, enquanto aderente ao RLP. As operações executadas por meio de outros canais de atendimento não contam com o benefício. Para mais detalhes, acesse: https://corretora.clear.com.br/custos/. 

Bons investimentos! 😉 

Clique e abra sua conta na Clear

Array

Array

Navegue por assunto


“O que esperar do mercado de Renda Variável, na visão do CEO da B3” foi o tema da palestra virtual com Gilson Finkelsztain.

A palestra do GainCast, o podcast oficial do time de análise técnica do Grupo XP no Master Trader Online, o maior evento virtual do ano da Clear em parceria com a B3, contou com um bate-papo entre o estrategista-chefe da Clear, Roberto Indech, o analista técnico da Rico investimentos, André Moraes e, para completar o time, o CEO da B3, Gilson Finkelsztain.

As boas-vindas da primeira palestra, contou com um recado do fundador e CEO da XP Inc. Guilherme Benchimol, frisando a importância da educação no mundo dos investimentos.

“Espero que aproveitem esse evento e abram a cabeça, porque ao longo de mais de 20 anos de empresa, eu aprendi que são nas crises que surgem as melhores oportunidades. O maior desafio agora é ter o mindset correto e acima de tudo dominar as ferramentas para que você possa de fato conseguir identificar as oportunidades que melhor combinam com o seu perfil”, diz.

Crise, queda de juros e a Bolsa de Valores

Segundo o estrategista-chefe da Clear Corretora, Roberto Indech, no atual cenário é importante que os investidores passem a ver as aplicações em Renda Variável como uma parte importante para seus investimentos, como forma de diversificação de risco e possibilidade de maiores retornos.

Em meio à pandemia, momentos de incerteza na Bolsa de Valores e menor taxa de juros da história, no patamar de 3% a.a, a B3 atingiu 300 mil novos CPFs no mês de março e mais de 100 mil no mês em abril. Ou seja, mais de 400 mil novos investidores em época de crise e mercado em queda.

“O Brasil sempre foi o paraíso da renda fixa, onde era possível aliar juros altos, liquidez, bons retornos com risco relativamente baixo, então em um cenário como esse, para que correr riscos? ”, explica o CEO da B3.

“Essa foi nossa história até 2016, quando passamos por uma série de ajustes, correção de rumos, reformas, compromisso com o equilíbrio fiscal e reforma da previdência, que garantiram, por ora, a inflação sob controle e juros baixos. A partir disso a gente passou a ser um país mais normal, onde a renda variável definitivamente entrou na agenda dos investidores”, conclui.

Carreira no mercado financeiro

Para Gilson Finkelsztain, disciplina e ética são duas coisas importantes em todas as carreiras, principalmente para quem está no mercado financeiro.

“O mantra de todo trader ou quem trabalha no mercado financeiro é “acertar mais do que errar”. A certeza é que vamos errar, mas tem que stoppar rápido, e aprender com os erros. As vitórias vamos esquecendo, vai fazendo parte da carreira. Mas os erros não esquecemos nunca”, diz.

Assista à palestra na íntegra para saber mais sobre o assunto e entender por que investir em Renda Variável, apesar do cenário de incertezas políticas e econômicas no Brasil:

Clique e abra sua conta na Clear

Array

Array

Navegue por assunto


“Como se tornar um empreendedor e investidor de sucesso” foi o tema da palestra virtual

No início do mês de maio, aconteceu o Master Trader Online, o maior evento virtual do ano da Clear em parceria com a B3, que reuniu grandes nomes dos principais podcasts do mercado para falar sobre Renda Variável.

Gratuito, o evento teve seis horas de conteúdos de Renda Variável e contou com a presença de grandes executivos, como Gilson Finkelsztain, presidente da B3 e José Galló, presidente do conselho administrativo das lojas Renner.

Podcast do Zero ao Topo

Uma das atrações do evento, foi um bate-papo do Podcast “do Zero ao Topo”, no qual conta a história dos empreendedores e empresários por trás das maiores empresas do país.

Na ocasião, a Letícia Toledo, repórter especial do InfoMoney, apresentadora e roteirista do podcast, conversou com o estrategista-chefe da Clear e anfitrião do evento, Roberto Indech, e também com José Galló, presidente do conselho de administração das lojas Renner.

ações_ibovespa

Crise, como podemos sair mais fortalecidos?

Segundo Galló, uma crise basicamente possui 4 fases: o pânico, a realidade, a solidariedade e a negociação. “Uma crise é um rompimento, é um momento mais dramático, não é uma redução de negócio”, diz.

“Lembro de outras crises, como a do governo Collor, na qual nossa poupança foi congelada. Ficamos talvez com o equivalente à hoje de 500 reais, mil reais. Lembro daqueles momentos em que nós tínhamos 3.800% de inflação ao ano, 80% de inflação ao mês, onde não era possível marcar os preços nas gondolas dos supermercados. Os preços mudavam 2 ou 3 vezes por dia. Isso é crise”, explica.

Para ele, é um momento difícil e complicado, no qual as pessoas estão perdidas, mas, eventualmente, é preciso recuperar. “O pânico tem seus momentos positivos, o medo tem seus momentos positivos, eles estimulam as pessoas a fazerem mais, a saírem da situação do medo, da imobilização”, diz.

“Uma das coisas mais importantes que eu aprendi, quando você quer resolver um problema, a primeira coisa que você tem que fazer é definir qual é o problema, a realidade. Muitas vezes enfrentamos não a causa do problema, mas o efeito do problema”, explica.

“Depois vem a solidariedade, com os colaboradores, fornecedores. A solidariedade que nossos fornecedores têm que ter com a gente, a solidariedade que temos que ter com a comunidade” diz.

“Nós não podemos resolver essa crise atual com práticas, percentuais e números da pré-crise, nós temos que criar o novo normal. Qual é esse novo normal? Esse novo normal se desenha com a solidariedade, e partir daí você começa a entrar no processo de negociações. O que você precisa fazer, o que você pode dar. Será que preciso fazer demissões? Posso fazer negociações que meus funcionários aceitem, enfim. As crises passam”, conclui.

Como essa crise vai moldar a nova geração de líderes e empresários?

Para Galló, as crises vêm para desenvolvermos novas competências e novas crises virão em questão de tempo.

“É duro dizer “parte boa da crise”, mas sim, a crise tem uma parte boa, como por exemplo o desenvolvimento de novas competências. Mas, claro, tem o lado difícil (…) Uma empresa que tem uma proposta de valor diferenciada, vai passar na crise e até com chances de sair mais forte e aproveitar o espaço que se abriu”, diz.

Para ele, assim como têm empresas falindo, também têm empresas “surfando” na crise, crescendo. “O e-commerce, por exemplo. Hoje a gente vê empresas que têm seus e-commerces crescendo 200%, 300%. A crise é um misto onde várias coisas acontecem”, explica.

Confira abaixo a palestra na íntegra e veja esses e outros assuntos sobre empresas que, possivelmente, sobreviverão à crise de 2020 no vídeo abaixo:

 

Clique e abra sua conta na Clear

Array

Array

Navegue por assunto


“O que esperar dos fundos imobiliários após a crise do coronavírus?” foi o tema da palestra virtual

A palestra do Banco Imobiliário, podcast que explica como atuam as maiores empresas do mercado imobiliário brasileiro e as principais oportunidades de investimentos, no Master Trader Online, o maior evento virtual do ano da Clear em parceria com a B3, foi apresentada por Marcelo Hannud, consultor imobiliário da XP Investimentos, e Beatriz Cutait, editora de investimentos do Infomoney e, também, pelo anfitrião do evento e estrategista-chefe da Clear, Roberto Indech.

Como convidado para o bate-papo, esteve presente o sócio responsável pela área de fundos imobiliários de equity da Kinea Investimentos, Carlos Martins.

como_investir_na_bolsa_home_broker

Impactos do coronavírus no setor imobiliário

Segundo Carlos Martins, o primeiro desafio em meio à crise foi intensificar a comunicação com os investidores. “Os relatórios saem com uma certa previsibilidade, mas o que o mercado entendeu, e a gente também, é que precisava intensificar, explicar e conversar onde estão os desafios, porque isso gerou muito estresse nos investidores”, diz.

Para ele, o catalizador foram as primeiras notícias específicas sobre fundos de shopping, em que os gestores, de forma conservadora, mas importante, resolveram reduzir ou até eliminar temporariamente a distribuição de rendimentos dos fundos imobiliários.

“Isso acabou gerando uma preocupação grande por toda indústria. Muita gente ligou perguntando se íamos zerar os dividendos, por exemplo. Então, eu diria que o primeiro desafio foi a comunicação. Explicar que estamos vivendo uma crise importante e que vai ter impacto na economia, qualidade de crédito das empresas e também desemprego. Isso afeta de formas diferentes a nossa classe de ativos. Mas, o que a gente quis lembrar é que os fundos imobiliários são estruturas robustas e fundos fechados usualmente pouco alavancados. Em sua maioria não são alavancados. São ativos que investem em ativos reais, em imóveis ou dívidas lastreadas em garantia de imóveis”, explica.

“Então, a primeira coisa que a gente pediu para todos é serenidade. Olhar com tranquilidade o que tinha na carteira dos fundos. Essa é uma hora em que a qualidade dos portfólios vai fazer muita diferença”, conclui.

Carlos Martins também diz que a crise vai afetar os portfólios de formas diferentes. “A gente tem portfólios de shopping e hotel, que foram mais afetados. Têm fundos de escritório e logística que tem um outro comportamento. E tem o mercado residencial, que é um mercado com uma participação pequena no mercado de fundos imobiliários listados, mas é uma classe importante dentro da classe imobiliária”, explica.

Segundo o sócio da Kinea, agora é o momento que começamos a sentir efeitos maiores da crise e que, inevitavelmente, o fechamento dos shoppings gerou uma queda nas distribuições.

No entanto, nos casos dos escritórios, acredita que isso chega um pouco mais atrasado. “São as empresas que agora estão começando a sentir mais dificuldade e, por questão de liquidez, estão pedindo para os proprietários um auxílio para esse período”, explica.

Para finalizar, Carlos acredita que o mercado inteiro tenta entender exatamente o problema e achar uma solução que ajude o inquilino sem impactar os cotistas, que são os grandes compradores do produto. “A gente sempre tenta lembrar aos nossos inquilinos que se ele deixa de pagar um aluguel, por melhor que seja o racional, o dinheiro não é nosso. O dinheiro é dos cotistas que usam esse fundo como complemento de renda ou aposentadoria”, conclui.

Clique e abra sua conta na Clear

Array

Array

Navegue por assunto


“Realizar análises em tempos de crise funciona?” foi o tema da palestra virtual apresentada pela influenciadora Ana Laura Magalhães

A palestra do Explica Ana, Podcast em que a influenciadora e especialista em investimentos Ana Laura Magalhães e convidados debatem sobre o universo das aplicações financeiras, no Master Trader Online, o maior evento virtual do ano da Clear em parceria com a B3, contou com outros dois convidados de peso: o economista e influenciador Pit Money e Tio Huli, analista CNPI e investidor profissional.

ações_ibovespa

As análises e os trades

Segundo Tio Huli, as primeiras coisas que todo investidor tem que ter claro quando vai começar uma operação, seja pela análise fundamentalista ou técnica, são: por que está comprando, por que está mantendo e por que vai sair da operação.

“Se a gente não tiver esse plano de voo feito antes de começar uma operação, a gente fica ao vento. Ou seja, por onde o vento soprar a gente vai e assim não consegue relaxar de verdade quando o mercado fecha. A gente tem que focar a nossa tensão só quando a bolsa está aberta”, explica.

Para o influenciador Pit Money, o desgaste mental também importa na hora escolher a estratégia de investimento. “Eu fui trader de 2012 a 2018 e operei todos os pregões nesse período. Não tirei férias. Eu operava com análise técnica e eu acho que o grande lance do trader é saber o que funciona para ele. Durante esses anos todos eu fui melhorando minha estratégia e desenvolvendo novos setups. Como Tio Hule frisou, eu fui me cansando, porque o trader não desliga nem quando a bolsa está desligada”, diz Pit.

Segundo ele, o trader tem que usar a análise técnica a favor dele, mas que hoje usa apenas a análise fundamentalista para ações, na modalidade buy and hold. “Quando você investe no longo prazo, o buy and hold, você está trocando o seu dinheiro pelo trabalho de alguma outra empresa e hoje eu me sinto mais confortável com essa estratégia. Mas tem que ver o que funciona para cada investidor individualmente e momento de vida”, conclui.

Preços das Ações Vs Compra

Segundo Ana Laura, não é porque o preço de uma determinada ação caiu, que o investidor deve colocar na carteira, como bem explicado pelo analista Tio Hule.

“O preço pode cair mais do que os fundamentos, então aí a gente quer comprar mais. Mas se os fundamentos caírem em um ritmo mais acelerado do que o preço, aí a ação realmente ficou mais cara, ou seja, a gente tem que fazer um paralelo entre fundamentos e preços”, diz.

Para ele, vale se perguntar como que o fundamento da empresa está no momento e como estará depois do evento que fez o preço cair, como por exemplo, pós crise causada pelo novo coronavírus.

“Normalmente o mercado acaba exagerando no preço mais do que os fundamentos se deterioram, mas tem algumas indústrias que funcionam de maneira diferenciada. Vou dar um exemplo da indústria bancária aqui no Brasil. Eu acredito que os preços caíram mais do que os fundamentos, então acho que abriu uma oportunidade de comprar bancos, diferentemente da indústria de transporte aéreo, da GOL e da Azul, por exemplo”, conclui.

Clique e abra sua conta na Clear

Array

Array

Navegue por assunto


“Podemos esperar tributação de dividendos e privatização da Eletrobrás em 2020/21?” foi o tema da palestra virtual

A palestra do Frequência Política, Podcast de análise política do InfoMoney em parceria com a XP Investimentos, no Master Trader Online, o maior evento virtual do ano da Clear em parceria com a B3, foi apresentado por Paulo Gama e Victor Scalet, analistas políticos da XP Investimentos, Marcos Mortari, editor de político do Infomoney e, também, pelo anfitrião do evento e estrategista-chefe da Clear, Roberto Indech.

Como convidado para um bate-papo enriquecedor sobre política na economia e temas como tributação de dividendos e privatização da Eletrobrás, Felipe Francischini, Deputado Federal (PSL-PR) e presidente da CCJ da câmara dos deputados.

como_investir_na_bolsa_home_broker

Política e a Bolsa de Valores

Quando perguntado se os deputados tinham noção do impacto das notícias políticas na economia, especialmente na Bolsa de Valores, Felipe Francischini foi categórico. “Eu acredito que não. Não que os deputados não tenham conhecimento sobre economia, muitos têm um aprofundado conhecimento. Mas, eu converso com muita gente lá dentro e vejo que poucos operam na Bolsa de Valores ou acompanham essa volatilidade do dia a dia e o impacto das notícias para o mercado de ações”, diz.

“Muitas vezes escutamos frases como “o Bolsonaro falou algo errado e a bolsa caiu”, ou “O Moro (Sergio Moro, ex ministro da justiça) falou tal coisa e a bolsa subiu”. Mas a gente sabe que não é desse jeito. O mercado precifica as coisas, ou seja, não existe o muito caro e o muito barato, então eu acho que essas coisas, e essa visão de quem opera no dia a dia, falta ainda para alguns deputados”, conclui.

Privatização da Eletrobrás

Segundo Marcos Mortari, editor político do Infomoney, ao longo dos últimos anos tem acontecido uma discussão constante sobre a privatização da gigante Eletrobrás.

As discussões começaram no governo de Michel Temer, no qual não foi possível aprovar essa pauta bastante defendida no mercado, e avançou no governo de Jair Bolsonaro que, por razões óbvias, teve o debate parado dando espaço para temas relacionados ao combate do novo coronavírus.

Para o Deputado Federal, Felipe Francischini, que se intitula “totalmente liberal na economia”, a privatização da Eletrobrás é mais do que necessária.

“Estamos falando de uma empresa que ao longo do tempo só tem perdido em market share. O próprio Ministério de Minas e Energia admitiu que a Eletrobrás não tem capacidade hoje de realizar os investimentos mínimos necessários. A capacidade prevista de 2019 a 2023 é de investimentos anuais de cerca de 3,6 bilhões por ano, quando que o mínimo de um investimento razoável, quem estudo o setor sabe, seria de 14 bilhões. Então, o déficit realmente é gigantesco”, opina. 

Clique e abra sua conta na Clear

Array

Array

Navegue por assunto


“A rotina de um gestor e de um chefe de risco nos 40 dias de crise” foi o tema da palestra virtual

A palestra do Stock Pickers, o maior podcast sobre ações do Brasil, no qual analistas debatem sobre mercado financeiro, seus movimentos e tendências, no Master Trader Online, o maior evento virtual do ano da Clear em parceria com a B3, foi apresentada por Thiago Salomão, analista da Rico Investimentos, Renato Santiago, coordenador da XP Educação e pelo estrategista-chefe da Clear Corretora, Roberto Indech.

Como convidados, estavam presentes Carlos Eduardo Rocha, CEO da Accam Brasil, André Komatsu, COO da RPS Capital e Cicero Vieira, vice-presidente de operações da B3, para um debate sobre a crise de 2020, causada pelo novo coronavírus, e o impacto dela no dia a dia de pessoas do mercado.

como_investir_na_bolsa_home_broker

Crise de 2020 e o circuit breaker

“Recentemente passamos por um dos momentos mais traumáticos, turbulentos e caóticos da história do mercado financeiro mundial. Nunca a bolsa caiu em uma velocidade tão rápida. O mundo todo tendo essa queda que a gente viu tão forte e na falta de um, vieram 6 circuits breakers”, explicaThiago Salomão.

Como explicou Cicero Vieira, da B3, o circuit breaker, um mecanismo que existe não só no Brasil, mas no mundo inteiro, com o objetivo de conter a volatilidade do mercado, foi criado na crise da ásia, em 1.997 pelo conselho de administração da Bovespa, antiga B3.

Quando o mercado cai 10% o circuit breaker é acionado por 30 minutos. Se cair mais 15% no total, para por uma hora e, se cair 20%, para por tempo indefinido a critério da B3, que vai analisar a situação e decidir.

“Eu já vi vários circuits breakers, mas confesso que como em março de 2020 nunca tinha acontecido. A gente teve 6 acionamentos e quase chegando a um sétimo”, diz Cicero.

As gestoras de fundos em meio à crise

Segundo Carlos Eduardo Rocha, da gestora Accam Brasil, o segredo é sempre trabalhar com proteção e estar preparado antes do evento, garantindo mais tranquilidade para agir durante a crise.

“Nos fundos multimercado, sempre que compramos uma ação, por exemplo, vendemos um derivativo em cima, ou vendemos uma outra ação que não gostamos muito. Quando tem risco traumático, como foi em março, em que a volatilidade quadriplicou, estávamos bem ajustados, mais aplicados nos juros do que posicionados na bolsa. Isso porque, estávamos desconfortáveis os valuations e com o que estava acontecendo com o coronavírus na China”, diz.

“Além disso temos stop por posição, ou seja, se um papel descola muito em relação ao mercado, temos que stopar ele e aumentar a posição vencedora. Temos um critério de liquidez em que podemos sair até 15 dias de qualquer posição nossa, hoje a gente demora menos de 5 dias para sair de qualquer posição, enfim, alguns cuidados são tomados”, completa.

Clique e abra sua conta na Clear

Array

Array

Navegue por assunto


Aprenda o que é suitability e como funciona o formulário para descobrir os tipos de perfis de risco para investir 

Não é segredo que o mercado de Renda Variável gira em torno da volatilidade. Por isso, descobrir o seu perfil de investidor, por meio do suitability, antes de começar a operar é essencial para que a corretora disponibilize o produto adequado para você, de acordo com a sua tolerância ao risco, objetivo de investimento, conhecimento de mercado e capital disponível.

Mas como funciona esse questionário? Preparamos esta matéria para explicar o que é suitability e como ele é usado pelas instituições financeiras para definir o perfil de cada investidor.

O que é Suitability

O suitability, que em português significa verificação a adequação do produto ao cliente, consiste na aplicação de um formulário utilizado pelas corretoras para definir o perfil de investidor de cada pessoa e, a partir disso, adequá-lo ao melhor tipo de investimento.

Um de seus principais objetivos é capturar informações sobre o investidor para entender qual nível de risco ele está disposto a assumir ao investir seu capital. Dessa forma, a corretora consegue distinguir quais produtos estão mais adequados com o perfil de seu cliente, disponibilizando operações específicas para este perfil, evitando, assim, frustações futuras, principalmente no mercado de renda variável, no qual a volatilidade dos ativos é bem recorrente.

Com o intuito de proporcionar proteção ao capital financeiro de seus clientes, a instrução CVM 539 de 2013, que entrou em vigor em julho de 2015, tornou o preenchimento do formulário uma norma obrigatória da CVM (Comissão de Valores Imobiliários), conforme à regulamentação CVM.

Nele, o investidor deve responder todas as informações solicitadas, que têm o objetivo de apurar as preferências do investidor para atingir os seus objetivos, como o período que deseja manter os investimentos; as preferências declaradas quanto à assunção de riscos; o objetivo de investimento; patrimônio; necessidade futura de recursos; tipos de produto, serviços e operações familiares; a natureza, o volume e a frequência das operações já realizadas, bem como o período; além da formação acadêmica e experiência profissional.

Confira a politica de suitability vigente da Clear e saiba mais detalhes sobre o questionário. Lembrando que a Política sofrerá alteração a partir de outubro.

Tipos de perfis de investidores

Depois de entender o que é suitability é essencial compreender que o o perfil de risco dos investidores pode ser dividido em três tipos: conservador, moderado e agressivo. Entenda como cada um deles funciona:

Conservador

O perfil conservador é aquele que, ao investir, coloca a segurança em primeiro lugar e se propõe a assumir os menores riscos possíveis.

Ele faz questão de sentir seguro e prefere colocar seu capital em um investimento que ele saiba quanto irá render no fim da aplicação, como por exemplo o Tesouro Selic e demais títulos do Tesouro Direto – Tesouro IPCA+ e Tesouro Prefixado – com vencimento em até 3 anos.

Ou seja, preferem uma rentabilidade a médio e longo prazo com mais proteção ao capital investido em vez dos resultados de curto prazo, que oferecem mais riscos nas operações.

Moderado

Este tipo de perfil preza por investimentos que proporcionem segurança ao seu capital, mas busca retornos acima da média e, por isso, aceita assumir certos riscos, diversificando sua carteira entre produtos de Renda Fixa, como por exemplo os títulos do Tesouro Direto – Selic, IPCA+ e Prefixado – independentemente do prazo de vencimento.

Agressivo

O perfil agressivo é aquele que tem amplo conhecimento de mercado e assume correr altos riscos para conseguir grandes ganhos em suas operações. Costumam aplicar mais da metade de seus recursos em produtos de renda variável, como AçõesFundos ImobiliáriosBTC (tomador), Operações Estruturadas e com algoritmosDerivativos e Mercado Futuro – contratos cheios e minicontratos, de índice e dólar.

Além, é claro, de todos os títulos do Tesouro Direto.

Neste tipo de perfil, ter equilíbrio emocional faz toda a diferença já que as chances de perdas são muito maiores do que no perfil conservador e moderado.

Por que o trader  precisa operar de acordo com seu perfil de risco?

mulher com cara de pensativa, tentando descobrir o seu perfil suitability

Saber qual é o seu perfil de risco antes de investir é essencial para escolher os melhores produtos para operar. Isso porque, dependendo do seu perfil de risco, a corretora poderá constatar por meio do suitability, se você está apto ou não para realizar tal operação.

Ou seja, usando o formulário para traçar o perfil de seus clientes, a corretora consegue ser mais assertiva na disponibilização de seus produtos, evitando futuros problemas financeiros e emocionais, devido a perdas expressivas e baixa tolerância ao risco.

Depois de operar por um tempo, é possível que o investidor ganhe experiência de mercado e aumente seu grau de tolerância a riscos, podendo mudar de perfil no suitability e realizar operações consideradas mais arriscadas.

Como funciona o formulário de Suitability

O formulário de suitability é composto por diversas perguntas relacionadas aos dados pessoais, capital financeiro, interesse por investimentos, tolerância a riscos e conhecimento de mercado do cliente.

Nele, o cliente também precisa informar como está dividido sua carteira e quanto ele aplica em cada tipo de investimento, como fundos, renda variável, renda fixa, previdência privada e derivativos.

Na Clear, o cliente só terá sua conta ativada depois de preencher o questionário, que pode ser encontrado no Home Broker e deve ser respondido da forma mais sincera possível.

Depois de preenchido, você se enquadra em um dos perfis de investidor e, a partir disso, a corretora disponibiliza os produtos correspondentes ao seu tipo de perfil.

É possível alterar meu perfil de risco?

Sim, sempre que quiser você poderá atualizar seu perfil preenchendo novamente o formulário. Lembrando que o perfil é atribuído de acordo com uma nota ponderada a partir das suas respostas e de algumas informações cadastrais.

Clique e abra sua conta na Clear