[xp_hellobar][/xp_hellobar]

Value Investing: saiba como funciona esse método

Value Investing: saiba como funciona esse método

Navegue por assunto


Descubra como utilizar a estratégia que já levou grandes investidores às listas das pessoas mais ricas do mundo

Quando bem escolhido, o investimento em ações apresenta os melhores retornos no longo prazo na comparação com qualquer outra forma de aplicação.

No mundo da renda variável, existem diversas técnicas de investimento que se adequam a perfis variados de investidores.

Quando falamos em Value Investing, valor é a palavra-chave.

Mais do que analisar o sobe e desce dos preços dos papéis, quem escolhe essa filosofia de investimento tem a capacidade de reconhecer o real valor de uma empresa antes de comprar suas ações.

Tendo como base a análise fundamentalista, este método é muito popular e proporciona resultados comprovados.

Não é a toa que alguns dos investidores mais ricos do mundo, como Warren Buffett, George Soros e Carl Icahn, figuram entre os adeptos do Value Investing.

Neste artigo, você irá saber mais sobre essa estratégia que enxerga as ações como uma parte de um negócio real e não apenas um papel.

O que é Value Investing

O termo em inglês Value Investing significa “investimento em valor”.

Isso quer dizer que quem adota esta técnica não se atem a variações de preço no curto prazo e foca no real potencial da companhia detentora das ações.

O investidor adquire papéis de empresas que apresentam indicadores financeiros saudáveis e boas perspectivas de crescimento, seguindo conceitos da análise fundamentalista.

Esse investidor entende que ele se tornou sócio da empresa, e não apenas um mero expectador das flutuações do mercado.

Quando o mercado está em baixa, até mesmo empresas robustas podem sofrer com a desvalorização de seus papéis, o que representa uma boa oportunidade para quem quer investir, já que uma companhia de sucesso não se torna de fato pior por conta da oscilação de preços e os papéis tenderão a subir tão logo o mercado reaja.

Sabendo disso, percebemos que essa modalidade é indicada para quem pretende investir no longo prazo.

Um refrigerante valioso

Entre os bilionários que fizeram fortuna com o Value Investing, Warren Buffett é o de maior destaque.

Proprietário da Bershire Hathaway, sempre aparece nas listas das personalidades mais ricas do mundo e utiliza o Value Investing para comprar grandes quantidades de ações de empresas de valor.

Em 2019, sua fortuna foi estimada em quase US$ 90 bilhões.

Um exemplo clássico de uma cartada lucrativa da Berkshire é a Coca-Cola.

O empresário detém 9% das ações da empresa de refrigerantes e as comprou simplesmente por amar a famosa bebida e acreditar que ela sempre será consumida.

Não foram necessárias fórmulas mirabolantes para que Buffett chegasse à conclusão de que a Coca-Cola sempre terá valor.

Quem não gosta de desconto?

Se um carro vale R$ 90.000,00; você preferiria comprá-lo por R$ 70.000,00 ou por R$ 110.000,00?

Aposto que seria pelo menor preço. O mesmo vale para as ações.

Uma das mais importantes primícias do Value Investing é conseguir comprar ações por um preço abaixo do que elas realmente valem.

Nesse mercado, a lei de oferta e demanda é muito forte.

Se muita gente vende determinada ação, o preço cairá; se muita gente compra, o preço irá subir.

Entretanto, esse tipo de oscilação não faz com que uma empresa se torne melhor ou pior.

Logo, os papéis de boas empresas certamente recuperarão seu verdadeiro valor e voltarão a subir.

Porém, é preciso ter muito equilíbrio emocional e paciência para adquirir ações em momentos de crise e depois esperar os frutos desse tipo de operação.

Outro ponto é conseguir encontrar empresas que apresentem potencial de valorização por oferecer produtos e serviços essenciais e de qualidade.

Como utilizar o Value Investing?

Como vimos anteriormente, a variação do preço dos papéis não interfere no valor de uma empresa.

Porém, sabemos que as coisas não são sempre estáveis no meio empresarial.

Uma mudança na gestão da companhia, uma alteração na estratégia de crescimento ou um projeto mal implementado são exemplos de situações capazes de alterar os fundamentos de uma empresa.

Dessa forma, é fundamental que o investidor faça uma avaliação constante e aprofundada da situação da empresa na qual está investindo utilizando os conceitos da análise fundamentalista, que prioriza o mapeamento qualitativo da companhia e leva em conta questões como a credibilidade da gestão, os balanços financeiros e o potencial do mercado.

Value investing é para mim?

Se você adora barganhas e é um ótimo pesquisador de boas oportunidades, a resposta provavelmente é sim!

É preciso ter faro e foco para descobrir a verdadeira saúde financeira e operacional de uma empresa por meio da análise fundamentalista.

Encontrar o valor intrínseco de uma ação pode ser considerado mais uma arte do que uma ciência. Só pessoas visionárias conseguem identificar um bom potencial de crescimento para o futuro.
Value investors também dão valor a uma margem de segurança e são cautelosos com seu patrimônio.
Paciência também é requisito fundamental, já que não se ganha dinheiro no curto prazo nesta modalidade.

Por fim, é necessário ter autenticidade e controle das emoções para não seguir a manada dando ouvidos a especulações e permanecer firme na direção da sua própria análise.

Pessoas que não se deixam levar pela emoção tomam melhores decisões na hora de investir.

Escolher empresas que atuem em uma área que você gosta, entende e confia irá facilitar ainda mais as coisas.

Se você pretende se tornar um value investor, saiba que uma de suas principais vantagens será a possibilidade de identificar bons negócios mesmo em um cenário de crise.

Você aprenderá a não seguir os passos dos outros sem fundamento.

Na verdade, muitas vezes você irá na contramão da maioria, comprando quando todo mundo vende e vendendo quando todo mundo compra.

E o mais importante: você poderá se tornar sócio de uma grande empresa e lucrar com o seu bom desempenho, podendo ganhar quantidades significativas de dinheiro no longo prazo.

Sabendo esperar o momento certo para comprar e vender suas ações, o sucesso será garantido.

Vejo você na lista de bilionários da Forbes!