[xp_hellobar][/xp_hellobar]

Black Friday da Bolsa de Valores

Black Friday da Bolsa de Valores

Navegue por assunto


A foto mostra os pés de uma mulher sentada em um sofá. Ao seu lado tem outra pessoa e, ao redor delas, estão duas sacolas de compras no chão.

Black Friday, o momento das compras imperdíveis. Todas as lojas anunciando descontos, avisando que “deu a louca no gerente”. Mas, quando uma ação está com desconto, deu a louca em quem?

Primeiro, vamos entender o que é uma ação estar descontada. Usamos esse termo quando uma ação está “barata” quando comparada com o valor que ela pode entregar. Para analisarmos se a ação está barata ou cara tem uma série de indicadores que devemos olhar, eles variam entre setores e características das diferentes empresas.

Entre essas métricas, podemos avaliar se a ação está sendo negociada por menos que a empresa vale.

Mas quanto vale uma empresa?

Um dos indicadores para atribui valor à empresa é o valor patrimonial indicado no balanço. Como se ela fosse vender tudo o que tem, pagar as dívidas e ver quanto “sobra” para fechar as portas. Esse “quanto sobra” pode ser interpretado como valor patrimonial da companhia, que dividido pelo número de ações nos dá o valor patrimonial por ação.

Quando comparamos o valor patrimonial por ação com o preço da ação no pregão, chegamos na fórmula Preço/Valor Patrimonial por Ação (P/VPA). Se esse número é menor que um, significa que neste momento o mercado vê na empresa menos valor do que ela tem de bens registrados no balanço. E daí podem sair algumas interpretações ….

Ou que a ação está barata e é uma oportunidade de comprar na baixa, ou que a empresa está passando por um momento difícil e pode não se recuperar. Para entender qual é o caso de cada empresa é preciso olhar o setor em que ela está inserida, como ela está em relação aos pares, combinar esse número com a análise de outros indicadores e entender os riscos e as perspectivas de cada caso.

Inclusive, o P/VPA pode ser um resultado negativo se a empresa tiver mais dívida do que valor patrimonial. Ou seja, mesmo se ela vender tudo para fechar as portas a companhia não tem dinheiro suficiente para pagar todas as dívidas. Empresas com P/VPA negativo foram excluídas desse estudo dado o alto nível de incerteza para o curto e médio prazo. Mas, a título de curiosidade, na data do relatório eram 4 as empresas do índice com o indicador negativo e a maioria relacionada ao setor de turismo.

Voltando os casos de P/VPA positivo, que é o que nos interessa, ficou claro que só com esse indicador não podemos chegar à uma conclusão final sobre uma ação. Mas, ele é um dos fundamentos importantes na análise de quase todos os setores e pode contribuir para entendermos o momento de cada papel.

Olhando as empresas do Ibovespa que estavam abaixo do seu valor patrimonial no último pregão, de bate pronto identificamos alguns dos setores mais impactados pela pandemia. Quando olhamos esse indicador do dia 19/03, o famoso dia dos 61 mil pontos, a mínimo do Ibovespa ano até agora (e esperamos que assim continue), haviam 20 empresas cotadas abaixo de seu valor patrimonial.

Fato é: algumas dessas empresas se recuperaram e entregaram valor para o investidor que entrou no momento certo.

Então, voltando para a nossa Black Friday da bolsa, quando a ação está abaixo do seu valor patrimonial não dá para dizer se deu a louca no acionista, que quer “queimar estoque”, ou no mercado, que não viu a pechincha. Mas com certeza o investidor que não olha esse indicador está dando a louca de perder oportunidades.

Empresa TickerP/VPA (13/11/20)
EmbraerEMBR30,35
Cogna ONCOGN30,52
EletrobrasELET30,67
BR Malls ParBRML30,77
Banco do BrasilBBAS30,79
CieloCIEL30,88
Metalúrgica GerdauGOAU40,88
UsiminasUSIM50,99
CemigCMIG40,99