[xp_hellobar][/xp_hellobar]

Como fazer transferência de custódia de tesouro direto

Como fazer transferência de custódia de tesouro direto

Navegue por assunto


Quer saber como fazer transferência de custódia de Tesouro Direto para a Clear? É rápido e sem custos 

Se você investe em tesouro direto, já deve ter se perguntado se o valor investido em títulos públicos precisa ficar sob custódia da mesma corretora até o final da aplicação.

Apesar de parecer complicado, a transferência de custódia de ativos de tesouro direto para outra corretora é mais simples do que parece. É possível transferi-los sem precisar resgatá-los ou pagar por isso.

Ou seja, ao encontrar uma corretora com custos menores, como a Clear que possui taxa zero de custódia para tesouro direto, o processo de transferência é rápido e gratuito.

Nesta matéria, explicamos mais sobre o assunto e ensinamos um passo a passo de como fazer transferência de custódia de tesouro direto.

Abra sua conta na Clear e transfira seus ativos para a corretora com as menores taxas do mercado.

O que é tesouro direto?

O tesouro direto é um investimento de renda fixa, emitido pelo Tesouro Nacional, e que consiste na compra de títulos públicos na B3 por meio de um agente de custódia, que nada mais é do que a corretora que irá fazer o intermédio entre você e a Bolsa.

Ao decidir financiar uma dívida, por exemplo, o governo emite um título público e coloca à venda para que pessoas físicas emprestem seu dinheiro aos órgãos públicos e recebam o pagamento com taxa de juros e variação de um indexador, como a Selic, taxa fixa ou o IPCA, na data de vencimento acordada no momento da aplicação.

Por que transferir seus ativos para outra corretora?

Na maioria dos casos, a transferência de custódia de tesouro direto acontece para evitar as altas taxas de custódia cobradas por algumas corretoras.

Em algumas instituições, segundo o ranking dos agentes de custódia do Tesouro Nacional, ela chega a ser de até 2% ao ano sobre o volume aplicado, custo este pode reduzir a rentabilidade da aplicação. Na Clear, a taxa de custódia para seus ativos de Tesouro Direto é zero, sendo cobrado apenas a taxa de custódia da BM&F Bovespa, que é de 0,30% ao ano.

Como fazer transferência de custódia de Tesouro Direto

Para fazer a transferência de custódia de seus ativos do Tesouro Direto sem precisar resgatá-los, basta pesquisar as vantagens oferecidas por todas as instituições, abrir uma conta na corretora escolhida e, depois, solicitar a transferência.

Passos para transferir seus ativos de Tesouro Direto para a Clear 

Passo 1

Abra uma conta na Clear sem custo e 100% online para viabilizar a transferência de custódia dos seus ativos;

Passo 2

Faça o download do formulário de Solicitação de Transferência de Valores Mobiliários disponibilizado pela Clear no site;

Passo 3

Preencha todas as informações do formulário sobre sua conta na corretora cedente (que irá transferir as ações) e corretora cessionária (que irá receber as ações), de acordo com este modelo de preenchimento, além de descrever os ativos e quantidade de Tesouro Direto que serão transferidos;

Passo 4

Em “Identificação de Cessionário”, preencha o campo “Código do Investidor” com o número e digito da sua conta Clear;

Passo 5

Preencha os campos CPF/CNPJ, Nome/Razão Social e endereço com os seus dados completos. É importante que o endereço seja o mesmo do cadastro;

Passo 6

Reconheça firma no cartório por autenticidade;

Passo 7

Entre em contato com a corretora cedente para saber como enviar sua solicitação de transferência.

Qual o prazo para a transferência ser realizada?

Segundo a instrução CVM 542, a transferência deve ser realizada em até 2 dias úteis, que começa a ser contado a partir do recebimento do formulário preenchido pelo investidor.