Day Trade: como usar a alavancagem e aproveitá-la em duas estratégias

Day Trade: como usar a alavancagem e aproveitá-la em duas estratégias

Navegue por assunto


Por: Time Master Clear

14/03/2019 • Atualizado: 10/01/2022

7 minutos

Compartilhar:

O artigo “Day Trade: como usar a alavancagem e aproveitá-la em duas estratégias” ajuda você a potencializar seus recursos e adotar medidas para maximizar os ganhos

A palavra alavancagem nos remete à ideia de levantar algo pesado com menos esforço.  Afinal, é justamente para isso que serve uma alavanca. O conceito também pode ser bem aplicado no mundo dos investimentos. Quando falamos em alavancagem financeira, nos referimos à possibilidade de fazer operações com valores superiores aos que temos na conta da corretora.

Na Clear você conta com corretagem zero nos melhores produtos do mercado. Abra sua conta, é online, rápido e 100% grátis.

Day Trade: como usar a alavancagem e quais cuidados tomar

Essa ferramenta atua como um multiplicador de força e se apresenta como um dos recursos mais importantes para investidores de renda variável. Por exemplo, se você acredita que pode ter lucro com uma operação, mas não tem dinheiro suficiente para investir nela. É possível pegar o valor que falta emprestado com a corretora e devolver quando receber o retorno do investimento.

Geralmente, as estratégias mais utilizadas com mecanismos de alavancagem são as que envolvem operações de curtíssimo prazo, ou seja, no Day Trade, tanto para mercado futuro como para ações. Nesse tipo de operação, o trader busca oscilações curtas, com ganhos de 1% e 2%, o que implica em um grande montante investido para garantir um bom resultado com a operação.  É aí que entra a alavancagem.

Por exemplo, com apenas R$ 1.000,00 na sua conta, você pode se posicionar com R$ 10.000,00 em determinada operação. Se no final você tiver 1% de lucro, com R$ 1.000,00 investidos, você lucraria R$ 10,00. Mas com a alavancagem o investimento foi de R$ 10.000,00 e você lucra R$ 100,00. As implicações positivas são muito boas, mas as negativas, caso você tenha prejuízo, são proporcionais.

Assim, como a alavancagem financeira impulsiona tanto a rentabilidade como o risco da operação, é necessário ter uma estratégia muito bem definida.  Aqui, cabe focarmos tanto nas operações de Scalp, que buscam pouquíssimos pontos ou centavos no mercado, como nas que seguem a tendência do mercado. Em ambos os casos, é preciso estar atento para utilizar a alavancagem de maneira consciente para maximizar os ganhos e evitar prejuízos.

Scalp: oportunidades na velocidade da luz

O Scalp é um estilo operacional com trades ainda mais rápidos do que os realizados no Day Trade, podendo ir de poucos segundos ou minutos e buscando alvos menores.  A proposta é encontrar oportunidades de dinheiro rápido com maior quantidade de operações diárias.

A alavancagem financeira é muito bem-vinda no Scalp. Atualmente, um minicontrato de dólar equivale ao valor de US$ 10.000,00. Com isso, para que uma pessoa opere um desses contratos, ela precisa ter pelo menos R$ 35.000,00. Com a alavancagem, não é necessário ter de fato todo esse recurso. Caso o investidor tenha apenas R$ 1.000,00, é possível pegar o restante emprestado com a corretora e operar um contrato de mini dólar, devolvendo o empréstimo no final da operação.  Isso desconsiderando a pequena margem da Clear que exige apenas R$25,00 reais por minicontrato, o valor de R$1.000,00 é considerando que será utilizado para vários dias, tendo uma folga para ter prejuízos e ainda assim continuar buscando lucros.

A alavancagem permite que scalpers com poucos recursos iniciais obtenham ganhos maiores, mas é preciso ter cuidado com prejuízos.  Uma boa estratégia é ir para o Scalp com pelo menos R$1.000,00 para cada contrato e buscar conseguir de 2 a 3 % ao dia com um minicontrato, sendo o mínimo para começar. Nesses casos, o investidor também deve ter um stop de 2 ou 3%, pois não devemos querer perder mais do que quereremos ganhar.

Uma das vantagens do Scalp é poder cortar as perdas enquanto elas ainda estão pequenas. Além disso, o tédio de segurar o papel até atingir a projeção esperada não é um problema nessa estratégia.

Já abriu sua conta na Clear para começar a operar com corretagem Zero? Não perca tempo!

Mais exposição e mais possibilidade de lucrar com as tendências

Os seguidores de tendências, como o nome diz, procuram tendências de preços já iniciadas e operam levando em conta esse movimento. Nessa estratégia, o investidor também pode usar a alavancagem, mas irá buscar ganhos um pouco maiores, o que resulta no alongamento das operações. Por exemplo, em um contrato de mini dólar quem segue tendência tenta chegar a 8, 10 ou até 15 pontos. Consequentemente, o stop loss também será maior. O trader tem a possibilidade de lucrar mais com o dinheiro da corretora, mas também se arrisca ao ficar mais tempo posicionado no mercado. Essa estratégia exige que o investidor tenha uma forte disciplina para seguir regras precisas e acompanhar as tendências com segurança e tranquilidade.  

Day Trade: como usar a alavancagem configurando seus stops e gerenciando o risco

Independentemente da estratégia adotada, para aproveitar o benefício da alavancagem é essencial ter um gerenciamento de risco muito bem planejado. O investidor deve estabelecer quanto dinheiro alocar, quanto pretende ganhar e qual o seu limite de perda. Para isso, é importante compreender a lógica por trás do stop loss e do stop gain, dois parâmetros muito importantes, pois sem metas definidas a alavancagem poderá leva-lo à falência.

O stop é um mecanismo que envia ordens à corretora automaticamente quando o ativo atinge o preço pré-determinado. Esse sistema evita que fortes variações tragam prejuízos inesperados. Suponhamos que você comprou uma ação por R$10,00 e programou o stop loss em R$8,00. Se o preço cair até o valor programado, a sua perda fica restrita a 20%. O stop gain segue a mesma ideia do stop loss, mas para garantir um lucro, de acordo com a estratégia traçada.

A dinâmica do mercado pode trazer variações inesperadas. Assim, a gestão de riscos é imprescindível, contando com definições de stops eficientes.  Além de ser uma proteção contra as intempéries do mercado, os stops também se apresentam como uma barreira que dificulta a mudança de estratégia constante por parte do investidor.

Day trade: como usar a alavancagem a favor do trader?

Em suma, a alavancagem pode representar uma vantagem, quando utilizada de forma consciente e com objetivos bem calculados. Entretanto, é fundamental estar atento ao risco assumido, já que o prejuízo aumenta de acordo com o tamanho da alavancagem.

Quando falamos em alavancagem com scalp ou seguidor de tendência, não existe uma estratégia melhor que a outra. O bom é o que funciona para cada pessoa. Em mini índice e mini dólar, que são ativos que andam mais rápido, uma operação de scalp pode ser muito apropriada.  Entretanto, existem ativos que são um pouco mais demorados e é recomendável fazer a operação seguindo uma tendência mais longa, como pode ser o caso das ações. Por isso, antes de escolher uma estratégia, é importante se conhecer, entender como você se porta frente à bolsa de valores e como é o ativo operado.

Aproveite os simuladores para estudar e treinar antes de operar no mercado real e separe um orçamento apenas para atuar no Day Trade. Ter ganhos constantes no mercado é um processo de médio a longo prazo. É preciso treinar e ir aos poucos. A velocidade das operações pede muita disciplina e um bom gerenciamento de risco. Quando você toma esses cuidados e aplica a alavancagem de forma bem planejada, os resultados podem te surpreender positivamente.

Agora que você já sabe como funciona a Alavancagem, que tal começar a investir com corretagem ZERO? Abra sua conta na Clear!