[xp_hellobar][/xp_hellobar]

O que é token e qual sua relação com as criptomoedas?

O que é token e qual sua relação com as criptomoedas?

Navegue por assunto


A foto mostra uma menina, na rua, segurando um celular em uma das mãos e um copo descartável em outra. Ela olha para o celular e tem expressão sorridente.

Você utiliza ou já utilizou o app do seu banco para fazer pagamentos? Ou, então, já se cadastrou em aplicativos de transporte, alimentação, namoro virtual? E senha perdida, já precisou recuperar alguma? Então, certamente, já precisou fazer uso do token. 

Talvez você não saiba exatamente o que é token, mas ele está muito presente no nosso dia a dia, e nos traz a segurança necessária na realização de transações financeiras virtuais, por exemplo. 

O token não é utilizado apenas para confirmar o pagamento de uma conta no aplicativo do seu banco. Ele também é utilizado com o sistema financeiro, e é por isso que, às vezes, o token é confundido com as moedas virtuais (ou criptomoedas).  

Além disso, existem tipos de tokens que são utilizados para garantir a segurança dos seus ativos financeiros em aplicações diversas, como os ETFs e demais fundos de investimentos. 

Deu pra perceber a importância que o token tem no nosso cotidiano, né? 

Por isso, a gente vai te contar, neste conteúdo, o que é token e qual é a sua relação em transações de criptomoedas. Para isso, você vai descobrir como funciona um token e quais seus principais tipos de aplicações. Fique por dentro! 👇 

O que é token? 

Em primeiro lugar, se quisermos entender a relação entre token e a criptomoeda, além das diferenças entre esses dois conceitos, precisamos definir, exatamente, o que é token. 

Token é um código numérico, criado inicialmente para serviços e-banking, para oferecer segurança em acessos digitais. 

Quando o token nasceu, ele era fornecido às pessoas por meio de um dispositivo físico, como um pequeno chaveiro, que podia ser manipulado por elas para ter acesso a uma senha instantânea.  

Assim, ao acessar sua conta bancária por meio digital, a pessoa correntista utilizava seus dados pessoais, sua senha individual e, ainda, o token, para proteger suas operações, por exemplo. 

Hoje em dia, a história é diferente. 

O token, hoje, pode ser enviado às pessoas de diferentes maneiras, como através de SMS ou e-mail. O token ainda é utilizado com o sistema financeiro ─daí o porquê de muitas pessoas o confundirem com as criptomoedas.  

Em outras palavras, um token fica em uma blockchain e representa um determinado ativo ou uma utilidade. Enfim, é o registro de um ativo em formato digital. 

É preciso entender, portanto, que o token, fora do meio de investimentos, é uma espécie de sistema gerador de senhas, com o intuito de proteger usuários. Mas o token também é utilizado para representar algum ativo financeiro, que tem valor de mercado, como um objeto, um contrato, uma moeda ou uma propriedade.  

Por fim, pra encerrar a definição de o que é token, vale dizer que um token pode funcionar também como um criptoativo, quando inserido em uma blockchain, funcionando como uma espécie de contrato, e garantindo a custódia de um ativo para quem o possui. 

Na Clear você conta com corretagem zero nos melhores produtos do mercado. Preparado para entrar em ação? Abra sua conta!  

Como funciona um token? 

Um token tem duas funções primordiais, que são as seguintes: 

  1. O token funciona como um código de verificação para definir uma senha; 
  1. Ou pode ser utilizado para confirmar um cadastro.  

No segundo caso, significa que o token é utilizado para representar um ativo, ou seja, algum bem de valor, como uma moeda, um contrato ou uma propriedade. Quando é utilizado no contexto financeiro é, portanto, um ativo. 

Uma diferença entre token e criptomoeda está no fato de que as criptomoedas, por exemplo, o bitcoin, têm sua própria rede, onde estão as informações sobre saldo e movimentação de usuários. Os tokens se utilizam dessa rede, dessa estrutura já existente, porque não precisam de uma rede blockchain própria.  

Quando utilizamos o token em um imóvel, um título de precatório ou sobre barras de ouro, (apenas para citar alguns exemplos), podemos negociar e movimentar frações do ativo sem a necessidade de autorização de uma entidade central. Isso amplia o acesso a mercados que eram restritos e facilita a transferência e o registro de posse do bem, já que o uso da blockchain é transparente e seguro. 

No mais, vale anotar aí quais são as principais características do token: 

  • Acesso democratizado; 
  • Transparência; 
  • Eficiência; 
  • Segurança. 

Tipos de token 

A foto mostra uma mulher de costas segurando uma prancheta, na qual estão coladas duas nota autoadesivas. Ela faz anotações, em referência às anotações dos tipos de token.
Anota aí quais são os principais tipos de token que encontramos no mercado.

Existem diferentes tipos de tokens, que são divididos em dois grandes grupos: os tokens de direito de acesso e os tokens ativos.  

Os primeiros têm a função de segurança −são os códigos de confirmação que você recebe no seu smartphone para recuperação de senhas, por exemplo. 

Já os tokens ativos são utilizados no contexto financeiro e, em algumas situações, podem ser confundidos, por isso, com as criptomoedas, mas não se engane: eles não são moedas virtuais.  

Na sequência, a gente te conta um pouco mais sobre os quatro principais tipos de tokens: 

Security Tokens 

Um token de segurança e título. Esses tokens são conhecidos como uma mistura de contato futurooferta inicial pública e outros contratos de confiança.  

Pessoas investidoras que aderem ao Security Token têm expectativa de bons lucros e sentem segurança no investimento, porque esse tipo de token é tratado da mesma forma que os títulos tradicionais, que são regulamentados.  

A maior parte dos tokens emitidos pela ICO (Initial Coin Offer), um título garantidor de valor, é um token de segurança. Em geral, eles são utilizados quando quem empreende precisa de investimentos para um novo projeto; assim, pessoas investidoras compram a oferta inicial de tokens esperando lucrar no futuro, quando o mercado estiver favorável. 

Equity Token 

Um token de referência e comparação. Esse é um dos tipos de token mais difíceis de encontrar no mercado.  

Quando um token representa alguma ação ou capital da organização que o emite é um token de capital. Poucas empresas aderem a esse tipo de token porque não há orientação regulamentar suficiente sobre o que é ou não legal. 

Utility Token 

O Utility Token também é conhecido como token de aplicativo, sendo utilizado para dar a usuários acesso a um determinado produto ou serviço.  

Esses também não são tokens comuns, porque o que se espera é que os tokens ganhem valor com base em seu fornecimento limitado. 

Payment Token 

O token de pagamentos. Este tipo de token tem como finalidade única o pagamento por bens e serviços, tendo uma funcionalidade semelhante a uma moeda. 

Diferença entre token e criptomoeda 

A foto mostra uma mulher sentada em um banco com um notebook no colo. Ela segura um bloco de anotações em uma das mãos e faz anotações nele com uma caneta.
Tokens e criptomoedas possuem diferenças essenciais. Conheça mais sobre elas. 

Mas, e de maneira mais objetiva, qual é a diferença entre token e criptomoeda? Veja: 

O token é um criptoativo que necessita de uma plataforma para ser utilizado. Já as criptomoedas são moedas digitais, que se utilizam da criptografia e precisam de uma plataforma própria para existir como moeda virtual. 

Embora ambos precisem da criptografia para serem utilizados, há diversos tipos de criptografia. As criptomoedas se constituem de seu próprio blockchain, já os tokens são construídos na base de outro blockchain, como Ethereum, Neo ou Waves. 

A grande diferença entre token e criptomoeda, portanto, é que as criptomoedas são utilizadas como as moedas fiduciárias para aquisição de bens e serviços (mas são descentralizadas, não atreladas a governo algum), enquanto os tokens funcionam como uma espécie de contrato. Para facilitar o entendimento: posso ter 1 token que represente x criptomoedas. 

Quer um exemplo mais visual? 

Sabe quando você vai a um parque de diversões e recebe uma pulseira que te dá o direito de brincar em todos os brinquedos, quantas vezes quiser? Então, essa pulseira nada mais é do que um token contratual −uma espécie de contrato entre as partes, que garante a  você o acesso irrestrito aos brinquedos pelo número de dias contratados. 

Agora ficou mais fácil entender o que é token, por que ele é tão importante quando falamos sobre operações financeiras, e também qual é a diferença entre token e criptomoeda?  

No blog da Clear, você encontra conteúdos sobre diversos assuntos envolvendo investimentos e o mercado como um todo. Por isso, se quiser ficar por dentro de tudo o que acontece, é só continuar acompanhando a gente. 

Além disso, você pode acessar o nosso canal no Youtube para conteúdos educativos em vídeos e, ainda, para conferir o que acontece no mercado diariamente. Não vai ficar de fora dessa, né?

Dê o primeiro passo para conquistar sua liberdade financeira: Abra sua conta na Clear, é totalmente online, rápido e 100% grátis!