[xp_hellobar][/xp_hellobar]

Ativos financeiros: o que são e como calcular?

Ativos financeiros: o que são e como calcular?

Navegue por assunto


A foto mostra um homem em frente a um fundo preto olhando para cima, segurando um boné com a mão que leva à cabeça, em expressão pensativa.

Para quem quer investir no mercado financeiro, é bem importante saber o que são os ativos financeiros. Afinal, alcançar o sucesso nesse mercado exige que a pessoa investidora esteja muito bem informada e, sempre que possível, que possa contar com uma assessoria de especialistas. 

Caso você não saiba por onde começar na área de investimentos, preparamos este conteúdo pra te dar um empurrãozinho: nele, te contamos tudo sobre o que são ativos financeiros, como calculá-los, e te mostramos, na prática, exemplos de ativos financeiros. Se liga! 👇 

O que são ativos financeiros? 

Ativo financeiro é tudo o que possui valor e pode ser negociado no mercado financeiro (nas modalidades de compra e venda).  

Coisas como automóveis, imóveis, barcos e joias, são bens físicos, que, evidentemente, possuem valor e podem ser negociados, mas, no caso dos ativos financeiros, estamos falando de algo não concreto: ou seja, a pessoa investidora tem um direito econômico sobre eles, que, por sua vez, representam somente um valor. 

Alguns exemplos de ativos financeiros são Certificados de Depósitos Bancários (CDBs), títulos do Tesouro Direto e ações de uma companhia; eles são chamados “ativos de papel”, gerando rendimento para quem investe e podendo ser vendidos ou comprados.  

Se pegarmos um caso específico para ilustrar, como o CDB, que é um título de dívida privada, podemos dizer que a compra de um ativo financeiro é quando você empresta dinheiro para o banco e, em troca, ganha juros sobre o seu valor. 

O que compõe o ativo financeiro? 

A composição do ativo financeiro não é muito específica, mas podemos destacar, especialmente, sua liquidez, que varia de acordo com cada tipo de investimento. Um ativo financeiro com alta liquidez pode ser convertido rapidamente em dinheiro; do contrário, será preciso mais tempo para resgatá-lo.  

Também existem tipos de ativos financeiros que geram renda, e ativos de crescimento de capital (com rendimentos a longo prazo), além dos chamados ativos de reserva de emergência, que têm alta liquidez e segurança. 

Em todo caso, os ativos financeiros têm características próprias e, por isso, é preciso sempre ter em mente qual é o seu perfil de risco no cenário dos investimentos. Lembre-se que o mercado de ações é volátil e, assim como pode trazer ganhos imediatos, as perdas podem ser significativas.  

É provável que uma pessoa com perfil conservador, por exemplo, não se sinta totalmente confortável investindo na Bolsa de Valores, considerando sua volatilidade. 

Quais são os principais tipos de ativos financeiros? 

A foto mostra uma parede, na qual estão colados 8 post-its em forma de retângulo, e uma mão de mulher cola o nono post-ir para completar a forma, em referência aos tipos de ativos financeiros.
Saber quais são os tipos de ativos financeiros existentes permite que você diversifique sua carteira e corra menos riscos.

Em primeiro lugar, os ativos financeiros se dividem em duas grandes categorias: os de Renda Fixa (que têm a rentabilidade definida na hora da aplicação) e os de Renda Variável (que contam com uma rentabilidade menos previsível e de alta volatilidade). 

Com isso fixo na mente, a gente pode seguir com alguns exemplos de ativos financeiros em cada uma dessas categorias: 

  • Câmbio e moeda: você pode comprar e vender dólares e euros não somente para investir, mas também para fazer uma viagem para o exterior, por exemplo. Entre os investimentos, câmbio e moeda podem ser classificados como investimentos em Renda Variável, especialmente se estivermos falando sobre fundos cambiais. 
  • Commodities: são negociações de compra e venda de mercadorias feitas na Bolsa de Valores, com precificação segundo o conceito da relação entre a oferta e a demanda. Também é um investimento de Renda Variável. 
  • Ações: um dos mais conhecidos exemplos de ativos financeiros, permite que você compre uma parte do capital social de uma empresa aberta, cujos papéis são negociados na Bolsa de Valores. É um ativo financeiro de Renda Variável. 

Na Clear você tem corretagem zero nos melhores produtos do mercado. Torne-se um investidor! Abra sua conta 

Como calcular o ativo financeiro? 

O cálculo do ativo financeiro deve ser feito diariamente, já que os valores estão sempre em mutação. Uma aplicação em CDBs, por exemplo, tem um determinado valor em um dia, e pode ter outro diferente no dia seguinte. 

Não é que, numa carteira diversificada, um ativo com baixo rendimento comprometeria o total investido, mas é preciso ter atenção a essas movimentações. Por esse motivo é tão importante poder contar com a assessoria de especialistas. 

O que é um ativo não-financeiro? 

Ativo não-financeiro é um ativo que tem um valor físico, como um imóvel, um automóvel, um computador ou mesmo um conjunto de máquinas utilizadas por uma indústria, sendo naturalmente mais difíceis de vender do que um ativo financeiro. 

Qual a diferença entre ativos reais e financeiros? 

Descobrir o significado e alguns exemplos de ativos financeiros é um passo importante para a sua entrada nos investimentos. Mas você sabia que, além do ativo financeiro, existe o ativo real? 

Os ativos reais se referem àqueles bens ou direitos da economia real que ajudam na geração de receita. Para não confundir, anota aí onde podem ser encontradas as três principais diferenças entre ativos reais e financeiros: 

  1. Na relação com o mercado financeiro. 
  1. Na taxa de liquidez. 
  1. Na rentabilidade. 

Cada um desses conceitos se comporta de maneiras únicas para os determinados tipos de ativos e, para descobrir todas as particularidades, só analisando o mercado mesmo. 

Comece a investir com a Clear! 

Agora que você viu o que são ativos financeiros e quais os principais tipos, é sua missão conferir os conteúdos complementares a essa explicação. Assim fica mais fácil na hora de colocar a mão na massa e começar a operar. 

Tem dúvidas sobre qual é a melhor corretora para começar a investir? A gente resolve. 

Na Clear, atuamos principalmente com investimentos de Renda Variável, como as commodities e as ações, mas você também pode comprar títulos de Renda Fixa, como é o caso do Tesouro Direto, por meio do nosso Home Broker

E traders de todo o Brasil também podem encontrar a plataforma que mais combina com cada perfil de investimento aqui na Clear, viu? São várias opções. Uma para cada pessoa. 

Além disso, a gente oferece taxa de corretagem e custódia zero para operar. Vai ficar de fora dessa? 

Com a Clear você tem suporte e ferramentas especializadas de todos os perfis para operar no máximo do seu potencial. Abra sua conta! É grátis.