[xp_hellobar][/xp_hellobar]

Como declarar Tesouro Direto no Imposto de Renda? Confira o passo a passo.

Como declarar Tesouro Direto no Imposto de Renda? Confira o passo a passo.

Navegue por assunto


Saiba como fazer a sua declaração de Imposto de Renda no Tesouro Direto

Agora que você já sabe como funciona a tributação nos seus investimentos no Tesouro Direto, agora é a hora de saber como realizar a declaração desse ativo no Imposto de Renda.

A declaração é anual e todo o processo é feito diretamente por meio do site ou aplicativo da Receita Federal.

Mas, antes de começar a declaração do imposto de renda no tesouro direto, é essencial ter o seu informe de rendimentos em mãos.

Primeiros passos para declarar posição em Tesouro Direto no Imposto de Renda

  1. Na ficha de declaração, no campo de “BENS E DIREITOS” você deverá clicar em “novo” e depois indicar o código 45, que corresponde às aplicações de Renda Fixa.

Fonte: DARF

2. Após selecionar o código, insira na “discriminação” o CNPJ do grupo XP, digite o nome do ativo e o seu vencimento e ao final o seu saldo em 31/12/2019.

Atenção: apesar dos ativos não serem emitidos pelo grupo XP, ele é responsável pela distribuição, custódia e informações tributários do ativo, por isso o CNPJ do grupo deverá ser utilizado em toda declaração

3. Repita esse passo para todo os ativos.

Informações importantes

Lembrando que será necessário preencher a posição do Tesouro Direto descriminando título por título caso tenha mais de um tipo de título ou vencimento.

Mas, por outro lado, agrupando caso tenha várias compras do mesmo título e vencimento equivalente ao período de 31 de dezembro de 2018 até 31 de dezembro de 2019.

Muito importante: o valor que deve ser preenchido é o da compra dos títulos, e não valor que tem no total do dia 31 de dezembro.

Como declarar os rendimentos de Tesouro Direto no IR

Além disso, você deve informar o rendimento líquido do seu investimento durante o intervalo de tempo citado acima.

O rendimento é proveniente de pagamento de cupons, para títulos com pagamento semestral, para venda antecipada ou vencimento.

Este rendimento deve ser preenchido no campo de “rendimentos exclusivos sujeito a tributação exclusiva”.

Fonte: DARF

Caso você tenha realizado uma venda antecipada do seu investimento no Tesouro Direto, basta preencher com o saldo remanescente do valor de aquisição.