Estratégia fence: conheça essa tática para proteger seus ativos

Em muitas operações realizadas na bolsa de valores, investidores e traders profissionais expõem-se a grandes riscos em busca de altos lucros. Muitos desses buscam, ao mesmo tempo, adotar táticas que possam reduzir esses riscos, como uma forma de proteger seu capital na bolsa.

Uma dessas técnicas é a chamada estratégia fence, muito usada por traders que buscam realizar uma melhor gestão de perdas e riscos nas operações. Sobretudo nos trades realizados no mercado de opções, que possuem um risco mais elevado.

Neste artigo, você vai entender mais sobre o mercado de opções, bem como entender o que é e como utilizar corretamente a estratégia fence em suas operações. Boa leitura!

O que é o mercado de opções?

O mercado de opções pode ser entendido como um segmento do mercado financeiro destinado às operações de uma classe de ativos, as opções.

Por sua vez, as opções são ativos que fazem parte da classe dos derivativos na bolsa de valores. No mercado de opções, os traders costumam utilizar esses papéis para proteger seu capital em suas operações.

O mercado de opções também é bastante utilizado pelos traders para realizar operações que busquem um lucro rápido e elevado por meio de especulações.

Neste mercado, as opções são negociadas por meio de contratos — que, basicamente, conferem ao trader o direito de realizar a compra ou venda de um ativo, como uma ação, por um preço já definido para uma data futura.

Nesse tipo de operação, não temos realmente uma compra ou venda imediata de um ativo. Temos o lançador, sendo a pessoa que vende a opção, e o titular, que é a pessoa que compra a opção.

No mercado de opções, o que está sendo negociado de fato é o prêmio, que nada mais é que o direito de realizar a compra ou venda do ativo de fato na data estabelecida.

Além de tudo, é no mercado de opções que o fence encontra sua utilidade e força para operadores de trade.

O que é a Estratégia fence?

A estratégia fence é uma técnica utilizada por traders ou investidores para aumentar sua posição em um ativo, ou comprar um ativo, com certa proteção para seu capital. Entendem-se essa tática como um recurso usado para proteção na bolsa de valores.

O termo “fence” pode ser traduzido como “cerca”, sendo de baixo custo para traders no mercado de opções. Essa estratégia é usada pelos traders para:

  1. Proteger seus ativos de possíveis quedas da cotação;
  2. Limitar a alta de um papel durante uma tendência, visando uma compra “mais barata” do ativo desejado.

Existem dois pontos que precisam sempre ser observados durante as operações para que a estratégia fence funcione corretamente.

O primeiro deles é que o número de opções de venda lançadas tenham a mesma quantidade das ações compradas pelo operador. O segundo é que o prazo de vencimento dessas opções, tanto de compra quanto de venda, seja o mesmo.

Homem sentado em uma mesa utilizando um notebook com uma caneta na mão em referência ao aprendizado sobre a estratégia de Fence.

Como funciona a Estratégia fence

O funcionamento da estratégia fence é muito simples de entender, mas requer uma boa compreensão e atenção para colocar em prática. 

Existem algumas condições, ou passos, para essa estratégia funcionar, que são os seguintes:

  • Primeiro, o trader compra uma opção de call para um determinado ativo. Ou seja, ele garante a opção de poder comprar o ativo em uma data futura com um preço já fixado;
  • Depois, o trader faz a compra de uma opção de put do mesmo ativo, garantindo agora um preço de venda fixado para uma determinada data futura.

Agora, vamos para um exemplo mais detalhado de como a estratégia fence é empregada por traders:

Considere que o trader tenha comprado uma ação por R$ 10 e deseje estabelecer uma proteção de perda. Para isso, ele pode lançar 1000 opções de venda com preço de exercício de R$ 8,50 por R$ 0,50 cada opção.

Ao mesmo tempo, compra mais 1000 opções de venda (put) com preço de exercício de R$ 10 por R$ 0,50 cada opção. Depois, vende 1000 opções de compra (call) de suas ações com preço de exercício de R$ 11,50 por R$ 0,50 cada opção.

Após essas operações, o trader passa a ter uma combinação que faz a cerca, que estabelece um limite de perda para o ativo negociado.

Vantagens da Estratégia fence

A estratégia fence traz muitas vantagens para o trader que sabe empregar ela em suas operações na bolsa de valores.

Confira abaixo as principais dessas vantagens:

  1. Proteção do ativo contra quedas de preço durante o período de negociações, ainda que seja uma proteção parcial, ajuda a minimizar prejuízos para o trader;
  2. A redução da margem de perda com o ativo, oferecida pela estratégia fence, ajuda a minimizar o impacto psicológico do trader;
  3. O custo para adoção da estratégia fence nas operações do trader é muito baixo. Sendo possível, em muitos casos, realizar essa operação de proteção de capital a custo zero, ou com margem de perda de 10%;
  4. A fence é uma estratégia bastante flexível, podendo ser rapidamente montada e desmontada para se ajustar a mudanças de cenário para o ativo negociado;
  5. O nível de risco pode ser personalizado pelo trader que está disposto a correr com as operações do ativo negociado.

Como montar uma Estratégia fence?

Antes de montar uma estratégia fence é importante que o trader tenha um profundo conhecimento do ativo que ele pretende negociar. Além disso, ele deve estar sempre atualizado sobre as tendências do mercado e entender como o cenário macroeconômico influencia o mercado.

Após isso, o trader montar sua estratégia fence seguindo os processos a seguir:

  • Comprar uma opção de venda, uma put, com um valor de venda próximo ao valor atual do ativo que ele possui;
  • Vender uma opção de put que tenha um valor de venda (strike) menor para o ativo que o trader comprou a opção de put da etapa anterior;
  • Vender uma opção de compra, call, com valor acima do preço atual do ativo. Essa opção será o seu limite para o lucro em uma eventual alta.

Conclusão

Usar a estratégia fence vale muito a pena para traders que desejam ter um alívio psicológico para tomada de decisões e proteção de seu capital.

A montagem da estratégia possibilita que a perda possível seja sempre definida pelo trader — o que traduz em um benefício, pois possibilita que ele saiba, em cada operação, qual o valor máximo que pode perder do seu dinheiro.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *