Trader: entenda a profissão e aprenda como funciona o trading

O termo trader se refere às pessoas que operam com transações de curto prazo na Bolsa de Valores. Já o trading, diz respeito às negociações realizadas por esses indivíduos.  

O ano de 2023 começou com a B3 registrado um recorde de pessoas físicas investidoras, chegando no a 17,6 milhões pessoas investindo. Com isso, houve o crescimento do número de investidores, sendo 34% em renda fixa e 23% em renda variável.

Se você tem qualquer dúvida sobre trading, desde o que é trader até os tipos de traders mais comuns, ou também procura por dicas de como começar a operar na Bolsa de Valores, este conteúdo vai ajudar você!  

Embarque nessa aventura com a gente e comece a operar com rentabilidade! 👇 

O que é trader?  

Trader é o termo usado para se referir à pessoa que opera no mercado financeiro, realizando transações de compra e venda de ativos na Bolsa de Valores. O trading é uma modalidade de investimento no qual traders buscam por ganhos de curto ou curtíssimo prazo, aproveitando a volatilidade do mercado.  

Por esses motivos, trader também pode ser conhecido como a pessoa especuladora — diferentemente de quem investe, que, por sua vez, visa ganhos a longo prazo.  

Outra característica marcante de traders é que, independentemente de ser uma pessoa física ou jurídica, elas negociam diversos ativos e derivativos financeiros.  

Enquanto algumas pessoas que operam no day trade e suas modalidades para complementar a renda, outras têm o trading como profissão.   

Para que o trader conquiste seus objetivos e tenha sucesso, é preciso aprender a operar de acordo com as movimentações do mercado financeiro diante de pontos importantes, como contexto econômico, social, político e empresarial.  

 👉 Tipos de trader: descubra com qual você se identifica!  

O que é trading? 

Traders fazem negociações a curto ou curtíssimo prazo na Bolsa de Valores, que são conhecidas como trading. Essa operação está na categoria de investimentos de renda variável, ou seja, seus rendimentos estão baseados nas oscilações do mercado. 

Quem é trader negocia em intervalos de poucas horas ou até mesmo alguns minutos ou segundos — como no caso do day trade —, e também em intervalos mais longos, que podem levar algumas semanas, a depender das análises de mercado ou preferências de cada pessoa.  

Geralmente, nas operações de trading que duram mais tempo os traders buscam lucrar com a direção em que o mercado está seguindo e costumam segurar suas posições por mais tempo. Nas operações mais rápidas, traders buscam lucrar com a volatilidade, isto é, com a variação dos preços dos ativos.  

https://youtu.be/1V8TKRMFXiE

Quanto ganha um trader?  

Depois de entender melhor o que trader e o processo de trading, você deve estar se perguntando: quanto ganha um trader? 

O trabalho de um trader profissional é autônomo e depende de fatores e variáveis do mercado financeiro. Portanto, não há como definir um valor exato para o lucro da pessoa especuladora.  

Se você quer se tornar trader profissional, é importante saber que não haverá um salário muito bem definido. Seus ganhos dependerão de aspectos como seu conhecimento a respeito do mercado, experiência com operações financeiras, estratégias, controle emocional e entre outras questões da área. 💰 

Mas afinal, é possível viver de trading? Bem, a resposta é sim. No entanto, vale lembrar que, em geral, resultados consistentes dependem de muito estudo e dedicação.  

Isso porque investir e/ou especular na Bolsa de Valores apresenta riscos e todo trader deve conhecê-los. Logo, as suas operações financeiras e ações durante o pregão da Bolsa devem ser totalmente baseadas em análises criteriosas que permitam estruturar operações com expectativa matemática positiva. 

Por exemplo, imagine que depois de muito estudo, análises e aprendizados sobre trading, você identifique uma oportunidade de comprar ações de uma determinada empresa da Bolsa. Ao notar que o cenário é favorável, você pode identificar uma tendência de alta na cotação dos preços e adquirir as ações antes da valorização para vender por um preço maior posteriormente. 

Assim, a sua margem de lucro dependerá de alguns fatores, como o ponto de entrada e saída da operação. Contudo, é fundamental destacar que, além dos ganhos, sempre há a possibilidade de perdas. Afinal, quando se trata de renda variável, é imprescindível ter cuidado e atenção na hora de operar.  

Continue lendo e descubra como se tornar um trader profissional!  

Características de um trader profissional 

A pessoa que é trader profissional não segue uma fórmula secreta para o sucesso bem definida: cada trader desenvolve seu próprio método para atuar no mercado financeiro.  

Contudo, existem algumas características específicas que podem contribuir para que quem é trader profissional alcance resultados satisfatórios. São elas: 

  1. Formação; 
  2. Gerenciamento de risco; 
  3. Dinamicidade; 
  4. Persistência; 
  5. Controle emocional; 
  6. Plataforma.  

Na sequência, a gente explica com mais detalhes cada uma delas. Olha só! 😎👇  

Formação  

Uma das grandes vantagens de tomar a decisão de ser trader é que essa profissão não exige uma formação acadêmica ou cursos técnicos específicos. Qualquer pessoa pode atuar no mercado financeiro e se tornar uma ótima trader, não importa se ela é uma profissional da área de exatas, de humanas ou se sequer tenha uma formação.  

Apesar disso, é preciso ter em mente que determinados conhecimentos podem contribuir na hora de especular e negociar ativos e derivativos na Bolsa de Valores, especialmente se essas expertises ajudam a compreender o que afeta os preços no mercado financeiro — o que é crucial para um crescimento sustentável nesse segmento.  

Nesse sentido, o trader pode ser auto ditada e aprender diferentes aspectos sobre esse trabalho. Contudo, é sempre importante ser auto crítico e aprender a evoluir com os erros, evitando que aconteçam novamente. 

Embora exista essa flexibilidade nessa profissão, é muito comum nos depararmos com traders que sejam formados em administração, cursos relativos à área de exatas ou, até mesmo economia nas áreas de humanas.  

Além disso, a pessoa trader tem total autonomia para agir por conta própria. Ela pode ser admitida em uma corretora de valores ou instituição financeira, assim como também pode realizar operações diretamente de sua casa.  

Gerenciamento de risco  

Como consta na própria definição de o que é ser um trader, a profissão é baseada em especulação e, portanto, é indispensável que quem decida operar com base nesse conceito saiba manejar riscos. Quanto maior esse domínio, mais facilidade para se proteger contra prejuízos significativos.  

Para isso, é interessante realizar um gerenciamento de risco estabelecendo uma margem de perda, isto é, um valor máximo de prejuízo que pode ser atingido.  

Assim, o trader conseguirá definir com maior clareza o volume financeiro que tem disponível para operar, ou seja, o seu ponto de entrada e saída. Além disso, para restringir as perdas, a pessoa pode usar recursos como o Stop Loss.  

Dinamicidade  

Essa é uma das características mais importantes que um trader deve ter, pois adinamicidade está diretamente ligada à capacidade de adaptação às inconstâncias do mercado. É crucial saber analisar e diferenciar cenários para que seja possível projetar panoramas cuja possibilidade de lucro seja real — tanto na alta quanto na baixa da Bolsa de Valores.  

A imagem mostra os pés e pernas de uma pessoa escalando uma parede de escalada indoor, sendo uma representação da dinamicidade que um trader precisa ter às inconstância do mercado financeiro.

Persistência  

Persistência também é uma característica indispensável para qualquer trader, seja profissional ou apenas um indivíduo que atua regularmente no mercado financeiro. É preciso desenvolver suas próprias estratégias de operação, controlar as emoções, se manter firme e tomar decisões racionais e assertivas. Lembrando que essa qualidade deve ser desenvolvida com o decorrer do tempo.  

📘 Aprenda: Vieses Cognitivos — como influenciam a mentalidade trader? 

Controle emocional  

Para ser bom profissional de trading é fundamental ter controle de suas emoções, pois a dificuldade de julgamento analítico pode prejudicar seu desempenho. Diante de instabilidades ou euforias do mercado, é importante se manter firme e não realizar operações emocionais. 🧠 

No entanto, atuar na Bolsa de Valores a curto prazo é algo que exige racionalização. Isso quer dizer que quem é trader não pode permitir que suas decisões sejam afetadas pelas emoções, fazendo com que a pessoa abra mão da sua estratégia. Caso contrário, os resultados serão afetados.  

Como já mencionamos, definir uma margem de capital para operar (tanto para perda quanto para ganho) pode ajudar a pessoa especuladora a se sentir mais confortável. Também é importante controlar a ansiedade para que suas escolhas no mercado sejam mais racionais.  

No decorrer de um pregão da Bolsa, é comum que haja uma grande oscilação na cotação de ativos e derivativos. Nesses casos, o trader deve tomar cuidado para não realizar operações de forma impulsiva. Convicção e foco são preceitos que podem ajudar a manter seu posicionamento.  

Plataforma  

Por fim, quem é trader precisa contar com uma plataforma de alta performance para operar na Bolsa de Valores. Essa ferramenta proporciona diversos recursos importantes para a tomada de decisão do profissional, como os indicadores financeiros. 

Além do mais, a plataforma escolhida deve garantir o roteamento das ordens, o desempenho e a confiabilidade dos dados, pois, como as operações são realizadas em curtos intervalos de tempo, quem é trader precisará de toda eficiência possível.  

Na Clear, você conta com uma plataforma segura e pode negociar com taxa de corretagem ZERO, além de acessar as maiores plataformas do mercado. Algumas dessas plataformas são:   

👉 Quer saber qual a melhor plataforma trading? Clique aqui e decubra.  

Tipos de trader  

A função de trader pode ser dividida em diferentes elementos e formas de atuação.  Você já sabe qual tipo de trader você se identifica? Vamos contar mais detalhes sobre cada um deles, veja a seguir! 

1. Day trader  

Essa é considerada uma das modalidades de trader mais complexas. Isso ocorre devido ao fato de que as operações financeiras se iniciam e terminam no mesmo dia.  

Além disso, quem é day trader pode atuar com valores muito acima do capital que têm disponível, já que não paga ou recebe o total negociado, mas sim uma variação entre a compra e venda.  

Entre as razões pelas quais essa modalidade é considerada vantajosa, estão a alavancagem, a margem de garantia, a agilidade operacional e o Stop Loss que já citamos.  

O que é Day Trade e como funciona?  

Day Trade é uma versão avançada das operações de curto prazo, geralmente usada por um trader com perfil de investidor arrojado e bastante experiência no mercado financeiro. Sua característica mais marcante está no fato de que as operações acontecem no mesmo dia, como sugere o termo em inglês. Para isso, a pessoa deve conhecer as melhores ações para esse tipo de transação.  

🔹Day trade: 6 motivos para começar!  

2. Swing trader  

O Swing Trade atua com base em operações de curto e médio prazo e pode trazer retorno mais positivo devido à ação do tempo. Em geral, esse tipo de trader atua negociando em média por um período de dois a cinco dias e não costuma ultrapassar essa margem.  

Em comparação ao Scalping (falaremos sobre essa categoria mais adiante), o Swing Trade tem um número menor de operações, não sendo proporcional à necessidade de liquidez, isto é, há menos ativos de alta liquidez disponíveis.  

Para operar nessa modalidade, é preciso que a pessoa especuladora tenha disciplina e paciência para que obtenha resultados mais consistentes e satisfatórios, além de ser crucial ter conhecimento em análise técnica. 🤓 

3. Sales trader  

A função desse tipo de trader é mediar negociações com os clientes em uma espécie de relação comercial. A pessoa deve oferecer oportunidades que sejam do interesse de clientes para que os mesmos comprem ou vendam ativos, além de executar as operações.  

Este trader profissional atua como intermediador entre as negociações e deve oferecer táticas no momento ideal para que as ordens sejam executadas. Faz parte do seu trabalho respeitar o alinhamento definido com o cliente.  

4. Scalper trader  

O Scalping tem similaridades com o Day Trade, tendo como a principal distinção o número de operações, isto é, a frequência com que ocorrem.   

Enquanto uma pessoa day trader realiza em torno de uma a cinco operações por dia, quem é scalper trader pode realizar de 15 a 70 no mesmo período. O objetivo aqui é obter ganhos financeiros em pouco tempo e perder poucos recursos quando cometer erros, ainda que os resultados dessas operações sejam relativamente menores.  

Geralmente, a premissa é encontrar melhores oportunidades de ganhar dinheiro realizando trading, rapidamente, com o alto volume operacional diário. Sendo assim, faz parte da profissão de scalper trader negociar em um sistema no qual o tempo da operação é de menos de um minuto, conhecido como super intradiário.  

A grande vantagem dessa modalidade é a quantidade de acertos em operações. Ao desenvolver suas habilidades, a tendência é que a pessoa especuladora tenha mais pregões positivos do que negativos.  

5. Position Trader  

Considerada uma das categorias mais importantes da Bolsa de Valores, quem é position trader deve identificar as ações com maior potencial de valorização a longo prazo, diferente do day trader. O objetivo é operar na alta ou na baixa para buscar a alta dentro de alguns meses.  

A função principal desse tipo de trader é encontrar papéis, mas também identificar ocasiões em que o mercado permaneça em uma tendência constante por um grande espaço de tempo. Para isso, a pessoa deve seguir os movimentos até que note alguma reversão.  

A estratégia exige que quem pratica trading tenha disciplina e paciência, como é comum em qualquer segmento do mercado financeiro, pois sempre há a possibilidade de encontrar ações com bastante variação ao longo do período de investimento.  

Além do mais, é importante ter conhecimento avançado para estabelecer o Stop Gain e Stop Loss — ação comum em vendas automáticas —, caso os valores atinjam um total de ganho esperado ou um total de perda estimado, respectivamente.  

6. Buy and holders  

As operações de médio e longo prazo também são alternativas de trading muito populares no meio dos investimentos. No primeiro caso, o tempo de investimento pode variar entre semanas, meses e até mesmo alguns anos.  

Porém, o tempo de investimento das operações de Buy and Hold pode levar entre 10 a 40 anos, visto que não há como estimar um período de retorno. Contudo, elas não exigem muito conhecimento técnico para que se comece a operar. 💸 

Não deixa de ser interessante compreender como funciona a análise fundamentalista para acompanhar a evolução dos resultados com o decorrer do tempo. Também é preciso manter a continuidade do investimento, como em uma espécie de poupança.  

7. Broker  

Broker trader são pessoas conhecidas pela execução de ordens, ou seja, que, geralmente, criam suas próprias estratégias e não tomam decisões. Sua responsabilidade é executar operações de compra e venda dos clientes.  

Esse tipo de trader deve agir com rapidez e pensamento estratégico, conforme o planejamento de ação definido. Em alguns casos, dependendo da decisão do cliente ou do direcionamento, é possível que essa pessoa trader tenha algum tipo de autonomia, porém, o comum é que ela execute ordens de outra pessoa. 

A imagem mostra um homem jovem de óculos e fone de ouvido sem fio sentado em um sofá da cor preta com um notebook no colo. Ele está olhando fixamente para a tela, representando o processo de trading.

Como ser trader?  

Diferente do que muita gente pensa, operar no mercado financeiro não é mais uma tarefa complexa e restrita somente a quem domina os conhecimentos do setor. Mas, antes de embarcar nessa jornada, é preciso ter em mente os riscos da especulação.  

Como você terá uma exposição direta à volatilidade, é muito importante entender quais são as condições cruciais para se tornar trader e aumentar as chances de sucesso nas operações. Confere aí! ⬇️  

Aumente seu conhecimento  

Conhecimento nunca é demais, certo? No caso do mercado financeiro e de quem faz trading, é algo que deve estar presente em toda a sua vida.   

Esse profissional deve manter-se constantemente atualizado. Seja qual for a tática adotada para fundamentar as negociações, o fato é que ele deve sempre estudar e se aprofundar no assunto.  

Felizmente, na era da informação digitalizada, o acesso ao conhecimento é muito mais democrático!   

Você pode, por exemplo, buscar informações sobre tendências de mercado em blogs de corretoras confiáveis e consolidadas (como o blog da Clear), realizar cursos, assistir vídeos no YouTube, acompanhar as notícias e fatores do cotidiano que afetam os movimentos do mercado. 

📘 Conheça os 13 melhores livros para day traders 

Defina uma estratégia  

A essa altura do conteúdo, você já deve ter entendido que parte de o que é ser trader envolve operar com base em uma estratégia consolidada. Geralmente, traders estudam o mercado a partir de gráficos e procuram entender tendências e padrões na movimentação dos preços.  

Dessa forma, essas pessoas são capazes de identificar os melhores momentos para fazer entrada ou saída das operações, além de usarem técnicas para reduzir riscos.  

Alinhe seus objetivos com seu perfil  

Os objetivos de quem é trader se tornam mais palpáveis à medida em que a pessoa é capaz de alinhá-los com o seu perfil de investimentos. Isso contribui significativamente na hora de definir o melhor caminho para ele seguir. Também ajuda a ajustar as estratégias com base nas metas almejadas.  

Além disso, é fundamental determinar uma espécie de planejamento de ação. Considere, por exemplo, o tempo que você dedica para alcançar os objetivos que deseja na renda variável.  

Como escolher uma plataforma trading?  

Para novos usuários de plataformas de trading, a primeira impressão ao encarar a interface do sistema pode ser um pouco impactante, pois seus gráficos e números, a princípio, parecem não fazer sentido.  

Contudo, o mecanismo dessas plataformas não é tão difícil assim. Para escolher a ideal para cada tipo de trader, é preciso levar em consideração os seguintes fatores:  

  • Seu nível de conhecimento de trading: existem alternativas para todos os públicos, sendo algumas destinadas a novas pessoas traders e, outras, a usuários mais experientes;  
  • Seus objetivos: tenha em mente se pretende operar com position trade, fazendo scalping ou no day trade, por exemplo, visto que cada plataforma é mais indicada para uma determinada modalidade;  
  • Tipo de ativo: o mercado financeiro não vive apenas de ações, mas sim de derivativos, commodities e outros produtos, portanto, considere o tipo de ativo que a plataforma permite negociar;  
  • Versão demo: em geral, as melhores plataformas oferecem uma versão demo para que os novos usuários possam praticar negociações com dinheiro fictício. Essa é uma excelente forma de aprender a acompanhar os gráficos de movimentos do mercado real. 

Simulador Day Trade: qual é o melhor?  

A Clear conta com diversas alternativas para quem deseja simular o Day Trade antes de começar a negociar na prática. No nosso site você também consegue saber qual é o melhor simulador Day Trade para o seu perfil de investimentos.  

Como declarar Day Trade no imposto de renda?  

Mas… peraí, é preciso declarar Day Trade no IR? A resposta é sim.  

Você deverá separar os seguintes documentos: o extrato do IR emitido pela corretora e a DARF e os informes de rendimentos emitidos pelas empresas.  

Depois, é preciso identificar as operações de Day Trade (compra e venda do papel no mesmo dia), visto que elas são tributadas de forma diferente de operações comuns (compra e venda em datas diferentes.  

Feito isso, é preciso somar os resultados de cada operação e analisar se houve lucro ou prejuízo no decorrer do ano. Lembrando que as operações de Day Trade são tributadas em 20%. Saiba mais, de forma prática, no vídeo a seguir: 

https://www.youtube.com/watch?v=sGbfKPXWNVs

Como ter sucesso no trading?  

Comentamos que as operações de day trade são de alto risco, logo, a pessoa trader está suscetível às oscilações do mercado. Nesse sentido, para minimizar potenciais perdas durante o trading, a Corretora Clear conta com uma Assistente de Inteligência Artificial para traders (AIA).  

Essa ferramenta atua como uma Personal Trader, enviando dicas em momentos importantes das negociações, como durante e após o pregão, e avalia os comportamentos nocivos do trader. Além disso, a AIA oferece um relatório de performance para auxiliar a identificar o que está prejudicando suas operações. 

Assim, é possível melhorar seu desempenho e garantir o seu sucesso no trading, atingindo seus objetivos com a ajuda da tecnologia. Lembre-se também de se manter atualizado sobre o mercado financeiro e buscar aprendizados para potencializar suas análises e estratégias. 

E aí, quer sair na vantagem? Venha para a Clear! 🚀

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *