Robôs investidores: 3 verdades que nunca te contaram

Entenda como funcionam os robôs investidores e descubra 3 verdades sobre as plataformas de automatização

Os robôs investidores são uma realidade no mercado. Utilizados por grandes traders há anos, eles têm se tornado uma opção viável para os investidores pessoa física por meio de inovadoras soluções lançadas no Brasil nos últimos anos.

Se os grandes profissionais usam o robô trader há anos – e só aumentam seu uso ao longo do tempo – provavelmente trata-se de uma resposta positiva para os investimentos. Acontece que diversos traders acabam vendo os robôs como a solução de todos seus problemas para investir. O que não é, nem de perto, verdade.

Abaixo, vamos explorar alguns pontos sobre robôs investidores para que você possa entender um pouco mais sobre as plataformas de automatização e como utilizá-las da melhor maneira responsável.

O que são robôs investidores?

busto de terno com a mão apontando para um gráfico virtual de ações da bolsa de valores em referência aos robôs investidores

Os robôs investidores são plataformas reais e já fazem parte do dia a dia das empresas que manjam de investimentos. Um robô trader é um conjunto de softwares e sistemas que dá uma mãozinha pros investidores na hora de tomar decisões. Eles podem te dar dicas de compra, ajudar na gestão da carteira e até executar ordens.

Segundo a CVM, os robôs investidores são “serviços que usam algoritmos pra analisar o perfil e cuidar do patrimônio do investidor, recomendar uma carteira de ativos, decidir o momento certo pra entrar ou sair de uma posição e até mesmo fazer as ordens nos sistemas dos mercados organizados”.

Como funciona um robô trader?

O robô trader é uma ferramenta criada para otimizar a especulação no mercado financeiro. Após ser configurado pelo profissional de acordo com as suas necessidades, ele realiza uma análise técnica, avalia o mercado e os parâmetros para traçar estratégias.

Essa plataforma automatizada faz exatamente o que foi programada para fazer pelo investidor. A ideia é simplificar a vida do operador e gerar retornos melhores. Para ela funcionar forme o esperado, o algoritmo do robô investidor precisa seguir algumas recomendações:

  • Estabelecer as condições para vender uma ação;
  • Definir os objetivos diários;
  • Escolher os ativos que serão operados;
  • Estabelecer uma meta diária de perdas e ganhos;
  • Determinar o intervalo médio das operações;

Em resumo, o robô trader serve para agilizar e facilitar as operações de trade, porque as transações no mercado precisam ser rápidas e sem interferência. Logo, a velocidade é essencial para o Day Trade.

Robôs investidores não tiram todo o trabalho do trader

Um robô investidor irá operar apenas o que ele for configurado para fazer. Isto significa que o robô será tão bom quanto a sua configuração. Alguns robôs funcionam de forma aberta ou caixa-branca, no qual o trader tem que configurar exatamente o que ele precisa fazer.

Outros já trazem uma certa lógica dentro deles e permitem que o trader modifique somente alguns de seus parâmetros, mas possuem uma lógica fechada dentro do código, que pode ser explícita ou não para o usuário final.

Independentemente do tipo de robô, o trader precisa entendê-lo muito bem para operar com sucesso. É importante saber as características do robô, em quais momentos ele performa bem e em quais ele performa mal, para poder, ativamente, configurá-los (ou até mesmo saber quando inicia-los ou para-los) e formar seu portfólio de robôs.

Para isso, o investidor deve entender as características da plataforma onde o robô opera e também como interpretar os resultados.

A imagem mostra 5 opções de plataformas trader para o profissional ter mais liberdade financeira, além de 5 dicas de como escolher a melhor para suas operações.

👉 Conheça a AIA: Assistente de Inteligência Artificial para traders do Brasil

Resultados históricos não representam o desempenho futuro do robô trader

É comum um robô investidor ser apresentado junto com um resultado histórico, real ou simulado. Além disso, é essencial que o trader entenda que um resultado positivo no passado não significa um resultado positivo no futuro. Listaremos alguns motivos:

  • É impossível simular perfeitamente o mercado: a simulação com robôs investidores é uma arte e várias técnicas são utilizadas para que o resultado simulado seja mais próximo do real. Acontece que, quando se investe de fato, o trader está atuando no mercado, que reagirá às suas operações. Mesmo uma ordem pequena, de baixo volume, pode gerar uma reação em cadeia e mudar o mercado consideravelmente. Por isso, nenhuma simulação de robôs investidores será idêntica ao investimento automatizado com capital real.
  • Mesmo com capital real, um resultado positivo no passado pode não se repetir no futuro: o mercado muda com o tempo, as condições também e uma estratégia positiva em determinados momentos pode não funcionar mais após essas mudanças. Um bom exemplo, provavelmente o maior que se pode encontrar no Brasil, foi a grande mudança do mercado que a crise de 2008 trouxe. Entre 2002 e maio de 2008, se passaram 65 meses, no qual a Bolsa subiu em 48 deles (~74%). Neste período, a bolsa subiu mais de 600%. Era uma ocasião longa onde qualquer estratégia compradora, seja por meio de robôs investidores ou não, iria performar muito bem. Em junho de 2008, o mercado mudou completamente com a crise e essas estratégias pararam de funcionar.

São diversos os fatores que impactam o resultado de um robô e tornam a simulação potencialmente diferente. Por isso, é necessário ao investidor muita atenção e cuidado antes de começar a investir e escolher quais robôs irá utilizar.

Qual a diferença entre um robô investidor e o robô trader?

É importante ressaltar que existem diferenças significativas entre o robô investidor e o robô trader. Enquanto o robô investidor está focado em operações de médio e longo prazo, visando garantir maior rentabilidade ao patrimônio, o robô trader busca potencializar lucros em curto prazo, mesmo que isso signifique estar exposto a maiores riscos do mercado.

Além disso, é válido destacar que o robô investidor funciona como um conselheiro. Ele atua na recomendação de ativos e títulos ao trader e investidores.

Portanto, como comentamos, para obter bons resultados com essa ferramenta, é fundamental entender o funcionamento da plataforma do robô investidor para operar com sucesso. Além disso, não deixe de explorar e descobrir sobre o seu perfil do investidor.

Vantagens de usar um robô de investimento

As vantagens de usar um robô de investimento são:

  • Disciplina e consistência: os robôs de investimento funcionam com base em algoritmos, o que permite que as operações sejam realizadas com disciplina e consistência, seguindo as regras estabelecidas. Isso minimiza o risco de o investidor ser influenciado pela ganância ou por perdas momentâneas, evitando que desligue a máquina e perca oportunidades futuras;
  • Backtesting: os robôs traders oferecem a possibilidade de testar sistemas em cenários simulados, conhecidos como testes históricos. Isso permite que os traders coloquem suas teorias em prática e vejam se elas seriam bem-sucedidas no mercado. Assim, é possível testar um conjunto de regras precisas em dados históricos antes de arriscar dinheiro em operações reais;
  • Controle de emoções: os robôs investidores são capazes de minimizar as emoções nas decisões de investimento, permitindo que um plano bem estruturado não seja influenciado pela tensão ou excitação do investidor. Isso é especialmente útil para traders que têm medo de agir ou para aqueles propensos a agir impulsivamente;
  • Diversificação das operações: por fim, eles facilitam a parte técnica do investimento em diferentes cenários, permitindo a diversificação das operações. Isso cria uma margem de segurança, um hedge contra operações perdedoras, espalhando o risco com base na teoria da diversificação.

É melhor combinar diversos robôs do que apostar em um só

Falamos acima da diferença de um resultado histórico para o resultado real de um robô. Outro segredo importante é saber que nenhum investidor grande coloca todos seus recursos em uma única estratégia ou em um único robô.

Caso contrário, um bom robô seria um fundo de investimento gerido por seu autor e não um software vendido ou licenciado para os clientes.

Por isso é importante que o trader trabalhe continuamente no processo de encontrar bons setups, estudando, testando e melhorando os seus robôs.

Os robôs trazem uma grande vantagem de tempo para o investidor, que não precisa acompanhar constantemente o mercado para não perder as oportunidades de investimento. E a mágica para o sucesso é investir todo este tempo em melhorar seu portfólio de robôs investidores, com novos estudos e testes.

Abraços e bons investimentos!

Abra sua conta na Clear!

Um comentário em “Robôs investidores: 3 verdades que nunca te contaram

Não é possível fazer comentários neste artigo.