[xp_hellobar][/xp_hellobar]

Como juntar dinheiro rápido – Passo a passo e dicas

Como juntar dinheiro rápido – Passo a passo e dicas

Navegue por assunto


Você sabia que tem como juntar dinheiro investindo? Sim, é verdade!

E essa é só a primeira das dicas que a gente traz para você neste guia completo para aumentar seu patrimônio.

Mesmo em momentos de crise e preocupação financeira, economizar e guardar dinheiro é possível.

Veja como fazer isso em um passo a passo e confira, ainda, uma série de dicas práticas para começar mesmo se você ganha pouco.

Como juntar dinheiro rápido passo a passo

Quer aprender como juntar dinheiro em um ano ou, quem sabe, em apenas alguns meses?

O primeiro passo é começar. E, para isso, os passos abaixo podem ajudar.

Basicamente, seu planejamento deve prever as seguintes etapas:

  1. Pague suas dívidas
  2. Tenha objetivos
  3. Estabeleça uma meta mensal de economia
  4. Escolha o investimento adequado para você
  5. Comece devagar e seja persistente.

Vamos conferir o que fazer em cada uma delas?

1) Pague suas dívidas

As dívidas atrapalham a proposta de juntar dinheiro justamente porque comprometem qualquer possibilidade de economia.

Isso vale especialmente para aquelas cujos juros só crescem mês após mês – como é o caso do crédito rotativo do cartão.

Para começar, faça uma lista com detalhes de todos os seus débitos, incluindo informações sobre valor, total já pago, o que falta pagar, taxa de juros e prazo.

Essa lista vai servir para você priorizar o que pagar primeiro.

Um dos mandamentos de educação financeira recomenda priorizar as dívidas mais caras.

Se puder, negocie o pagamento à vista para obter um desconto maior na quitação.

2) Tenha objetivos

Livre de dívidas, é hora de traçar um objetivo a perseguir.

Essa será a sua motivação extra, a razão pela qual vai fazer um esforço extra para juntar dinheiro.

Uma forma clássica de fazer isso é definindo três tipos de objetivos e estabelecendo prazos para eles. Por exemplo:

  • Um objetivo de curto prazo (até dois anos), como comprar um smartphone novo
  • Um objetivo de médio prazo (até cinco anos), como casar
  • Um objetivo de longo prazo (acima de cinco anos), como fazer uma viagem internacional.

A verdade é que os objetivos dependem daquilo que você deseja para sua vida, podendo incluir desde a compra de um apartamento até atingir sua independência financeira.

No entanto, quanto mais específicos eles forem, mais fácil de você traçar um caminho para alcançá-los.

3) Estabeleça uma meta mensal de economia

Agora que você estabeleceu objetivos e prazos para eles, é hora de definir quanto precisa economizar mensalmente para que sejam realizados.

Esse valor vai depender da sua capacidade atual. Por isso, você deve conhecer todas as suas despesas e receitas antes de começar.

É possível estabelecer um valor fixo para guardar (como R$ 200,00) ou estabelecer um percentual (como 5% da sua renda).

O que importa é que esse valor ou percentual seja respeitado, ou seja, você deve ter disciplina de sempre juntar esse dinheiro.

4) Escolha o investimento adequado para você

A melhor estratégia para juntar dinheiro rápido é fazendo ele trabalhar a seu favor.

Mesmo que a sua economia inicial seja de apenas R$ 50 por mês, já dá para começar a investir em títulos públicos do Tesouro Direto.

Até mesmo a compra de ações é possível, já que você pode adquirir de 1 a 99 papéis no mercado fracionário, alguns deles custando centavos de reais.

Ainda neste conteúdo, vamos trazer dicas sobre onde investir.

Desde já, saiba que será importante conhecer e respeitar o seu perfil de investidor, além de atender os objetivos que você definiu para o dinheiro.

5) Comece devagar e seja persistente

Uma pesquisa da Anbima, a Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais, revelou que 75% dos brasileiros não guardam dinheiro.

Isso pode ser explicado, em parte, pela falta de um plano ou pela pressa nos resultados.

Por isso, o nosso quinto passo recomenda cautela.

Você já eliminou dívidas, definiu objetivos, começou a economizar e a investir.

Não tenha receio de começar devagar, poupando e investindo pequenas quantias mês a mês.

Esse esforço será importante para ver os resultados de suas ações conforme aumenta sua confiança e segurança para voos maiores no mercado financeiro.

Dessa forma, tem como juntar dinheiro em 6 meses ou até menos tempo.

Como juntar dinheiro rápido mesmo ganhando pouco

Segundo levantamento, apenas 21% dos brasileiros das classes A, B e C tiveram acesso à educação financeira ainda quando crianças.

A falta de conhecimento e informação não apenas atrasa a realização de sonhos, como ainda sustenta mitos.

Entre eles, está a ideia de que investir é apenas para pessoas ricas.

Para ver como isso não é verdade, confira mais 5 dicas sobre como juntar dinheiro rápido, especialmente se você ainda tem pouco dinheiro.

1) Poupe o que conseguir

Lembre-se do que falamos antes: poupe o que puder investir. Mesmo que seja pouco, apenas comece.

O ponto principal aqui é criar o hábito de juntar dinheiro.

Hoje, você começa com R$ 30. Em dois meses, talvez suba para R$ 50. Quando se der conta, em um ano, estará poupando R$ 100 por mês.

Cada quantia economizada vira um novo aporte financeiro em seus investimentos, o que ajuda na meta de juntar dinheiro rápido, pois os juros trabalham a seu favor.

2) Economize suas horas extras

Se você trabalha no regime de CLT, planejar as horas extras podem ser uma boa oportunidade para começar a juntar dinheiro.

Vamos supor que uma hora normal custe R$ 10,00, mais o adicional de 50%. Isso representa:

  • ‍10 x 1,5 (50%) = R$ 15,00 para cada hora extra.

Se você realizar 4 horas extras no mês, já são R$ 60,00 que podem ser economizados e investidos.

É uma forma de começar.

3) Use seu 13º salário

O 13º é um salário concedido ao trabalhador é garantido por lei.

Ele geralmente é pago em duas parcelas, uma no meio e outra no final do ano.

Caso você não possua dívidas, o 13º pode ser uma excelente opção para começar a juntar um dinheirinho e investir em aplicações que combinam com o seu perfil de risco.

4) Procure cortar gastos

Muitas vezes, basta você deixar de gastar dinheiro para sobrar uma quantia no final do mês.

Acredite: as oportunidades de economia são muitas.

Por exemplo, quando foi a última vez que você renegociou o plano do seu celular?

Ou a anuidade do cartão de crédito?

Ou seu combo de telefone e internet?

Ou cancelou um serviço que você nem usa faz alguns meses?

Aliás, você ainda usa telefone fixo?

Se você renegociar os valores ou mesmo cancelar, isso pode gerar uma grande economia – e mais dinheiro livre para investir.

5) Faça comida em casa

Segundo a Pesquisa de Orçamentos Familiares (POF) do IBGE, o gasto com alimentação representava 22% do orçamento familiar em 2019.

Só era menor que com habitação (39,2%), pesando bastante no orçamento.

Isso se explica muito pelo hábito do brasileiro de fazer sua refeições fora de casa, em restaurantes, onde a comida é mais cara do que cozinhar.

Experimente fazer o próprio almoço em um ou dois dias da semana e perceba como isso já ajuda a juntar dinheiro.

5 dicas práticas para juntar dinheiro e construir seu patrimônio financeiro

Pensa que as dicas acabaram? Ainda não!

Está na hora de conferir maneiras práticas de juntar dinheiro rápido, seja qual for o seu nível de renda.

1) Crie desafios

Você já deve ter ouvido falar do desafio das 52 semanas, certo?

Essa técnica consiste em juntar uma quantia a cada semana e ir dobrando esse valor nas semanas seguintes.

Por exemplo, você pode começar com R$ 1,00 na primeira semana. Na segunda, passa a R$ 2,00. Na terceira, R$ 4,00. E assim por diante.

E adianta guardar um valor tão pequeno?

Faça as contas: em um ano você pode ter até R$ 1.378,00 acumulados.

Se começar em R$ 5,00 e ir dobrando o valor, você pode chegar à quantia de R$ 6.890,00 economizados em um ano.

E se você tem pouco dinheiro, pode fazer esse desafio de forma mensal (por exemplo, com R$ 15,00) e ir dobrando o valor a cada mês.

2) Venda o que não usa mais

Você pode juntar dinheiro rápido através da venda de itens que já não usa mais.

Pode ser roupas usadas, livros antigos ou até algum eletrodoméstico que está parado na sua casa.

Sites como o Mercado Livre, Enjoei e eBay são ótimas ferramentas para isso.

3) Tenha uma renda extra

Na crise atual, confiar apenas no seu trabalho como fonte de renda pode não ser a melhor opção.

Você pode, por exemplo, alugar um quarto do seu apartamento pelo Airbnb, ou tornar-se motorista via Uber, ou entregador pelo iFood.

Isso sem falar nas possibilidades do mundo digital, como programas de afiliados e criação de conteúdo e cursos online.

Se você é bom em algo, por que não dividir sua experiência e conquistar alunos?

4) Invista para maximizar sua reserva

É preciso destacar mais uma vez o papel dos investimentos para maximizar sua reserva financeira.

São os investimentos que irão possibilitar que seu dinheiro não perca valor, que seu patrimônio cresça e ainda possa gerar uma renda extra.

Ao investir em ações por exemplo, você pode ser remunerado periodicamente com dividendos pagos pelas empresas.

Leia nosso artigo sobre como viver de dividendos para entender melhor.

5) Day trade

O day trade é uma modalidade de investimento em ações de curtíssimo prazo.

Nela, você compra e vende papéis na bolsa de valores no mesmo dia – às vezes, o intervalo entre as operações é de apenas alguns minutos.

A ideia por trás da estratégia é básica: comprar ações por um valor mais baixo do que na venda.

Com conhecimento, análise e as ferramentas certas, é possível juntar dinheiro rápido.

Melhores investimentos para seus objetivos

Agora, você já sabe que investir é parte importante do seu projeto de juntar dinheiro.

Mas onde investir?

O mercado oferece uma série de aplicações financeiras, e a escolha passa por dois pontos importantes: conhecer seu perfil de investidor e ter objetivos determinados.

Como a gente acredita que você seguiu as dicas anteriores e já tem essas informações bem claras, vamos apresentar agora alguns dos melhores investimentos para cada perfil:

  • Conservador: como a segurança vem em primeiro lugar para esse perfil, investimentos como o  Tesouro Selic ou outros títulos públicos com prazo de vencimento mais curto – de até 3 anos podem fazer sentido. Pode ser tanto o Tesouro IPCA+ quanto o Tesouro Prefixado
  • Moderado: este perfil já permite assumir um risco um pouco maior para ter rentabilidades mais atrativas. Então, vale olhar com atenção para todos os títulos públicos, independente  do prazo, além de conhecer ativos de renda variável, como ações e fundos de investimento.
  • Agressivo: para quem lida bem com riscos maiores e tem foco direcionado à rentabilidade, mais da metade da carteira costuma ter investimentos de renda variável. É o caso de ações, fundos imobiliários, derivativos, opções, operações estruturadas, contratos futuros e minicontratos.

Por que investir na Bolsa pode ser para você

A bolsa de valores oferece uma série de oportunidades para aumentar seu patrimônio – e não apenas para investidores de perfil agressivo.

Ter na sua carteira ativos de renda variável é importante para fins de diversificação, já que você equilibra ganhos e perdas na relação com a renda fixa.

Além disso, as opções são muitas, combinando com os mais variados objetivos financeiros.

Outro ponto a destacar é que é possível investir na bolsa com pouco dinheiro. Como comentamos antes, ações no mercado fracionário custam a partir de centavos.

Mesmo nas grandes empresas, é possível investir com poucos reais.

No caso de fundos, como os imobiliários, a aplicação é feita por cotas, o que permite a você começar com pouco e, mesmo assim, escolher grandes e rentáveis opções no mercado.

Isso sem falar em toda a praticidade que o meio digital trouxe para as negociações em bolsa.

De onde você estiver, inclusive da própria casa, você pode operar com as melhores ferramentas.

Com as plataformas da Clear, você acompanha as cotações de ações e investe na bolsa e em outros ativos à sua escolha.

E o melhor: a taxa é zero na corretagem!

Conclusão

Juntar dinheiro rápido é possível para qualquer pessoa, independentemente da renda ou atividade que ela exerça.

Com a ajuda de mudança de hábitos, planejamento e investimentos, você pode adquirir sua liberdade financeira com segurança e bom planejamento.

Aproveite as dicas que conferiu ao longo deste conteúdo para começar agora mesmo.

Sabe qual é o próximo passo? Abrir sua conta na Clear gratuitamente!

A primeira corretora com taxa zero na corretagem é a melhor escolha para você juntar dinheiro rápido investindo.