Índices futuros: o que são e como funcionam?

Conhecer bem o que são os índices futuros pode ser uma virada de chave para o sucesso de qualquer operador no mercado. Especialmente, para day traders, que ao dominar essa modalidade de operação com ativos pode obter bons lucros a curto prazo.

Mas, também existem alguns riscos que precisam ser considerados. Sobretudo, quando o operador decide lidar com os derivativos, que são um instrumento financeiro de proteção e especulação para o seu capital.

Neste conteúdo, você aprenderá tudo sobre os índices futuros e como investir com eles da melhor maneira. Vamos lá! 👇

O que são índices futuros?

Índices Futuros são contratos derivados de índices de mercados de renda variável. Como o Ibovespa, por exemplo, que é o principal indicador e termômetro de performance da Bolsa de Valores.

Esses contratos são acordos que podem ser, tanto de compra quanto de venda para ativos negociados na bolsa, como ações, índices, commodities, etc.

Eles são excelentes opções para quem deseja ingressar no mercado financeiro, especialmente operando como trader.

A imagem mostra os braços de uma pessoa, que está segurando um celular na mão esquerda e uma caneta na mão direta apoiada em um caderno para fazer anotações sobre índices futuros. Em sua frente tem um notebook.

Como funcionam os índices futuros?

Os contratos de índices futuros são usados para definir os preços de compra e de venda em uma data futura. Ou seja, são acordos válidos para uma determinada data mais à frente do momento de sua negociação.

Eles são negociados dentro do mercado futuro. Um ambiente de negociações da Bolsa de Valores, onde as cotações desses índices são calculadas em pontos.

Os preços dos contratos de índice oscilam diariamente devido a volatilidade do mercado. Eles são creditados ou descontados pela bolsa dentro de um determinado prazo, que é a data de vencimento onde os acordos devem ser exercidos.

Os índices futuros podem ser negociados em contratos cheios e minicontratos. Nos contratos cheios, cada lote mínimo possui 5 contratos e cada ponto vale R$1. Já nos minicontratos, cada lote vale R$0,20 centavos a cada ponto.

Além disso, cada lote de um mini contrato pode ser negociado a partir de lotes unitários. Ou seja, cada lote vale apenas um contrato.

Importância de acompanhar índices futuros

Acompanhar os índices futuros é muito importante para quem opera no mercado financeiro por vários motivos. Especialmente, para quem deseja realizar operações visando lucrar com a especulação das cotações dos índices. Pois esse tipo de papel possui um volume de liquidez muito alto no mercado.

Além disso, existem outras características desses índices que os tornam muito atrativos. Veja algumas das principais razões para acompanhar atentamente os índices futuros:

Alta Volatilidade

Os índices futuros possuem alta volatilidade na cotação dos seus papéis.

Eles exigem muita atenção e acompanhamento de quem investe neste papel. No entanto, essa mesma alta volatilidade representa grandes oportunidades de lucrar com operações extremamente rápidas na bolsa.

Essa é uma das características que fazem dos índices futuros um “queridinho” dos day traders.

Alavancagem

A alavancagem é um recurso que possibilita investidores aumentarem suas margens de ganho em operações financeiras. 💰

Isso porque esse recurso permite que o investidor ou trader possa movimentar recursos muito maiores do que ele realmente possui.

Por exemplo, se o operador tem um limite de alavancagem de 15 vezes, é por esse múltiplo que ele pode aumentar seu capital para a operação. Esse limite é estabelecido pela corretora de valores.

Assim, alguém que tem apenas R$10.000 pode operar em índices futuros como se tivesse, neste exemplo, R$150.000,00 reais.

Muito lucro pode ser feito de forma rápida usando operações alavancadas. Porém, vale destacar que operar usando alavancagem pode ser arriscado.

Assista ao vídeo e veja como é operar com alavancagem, na prática:

Baixo custo

O baixo custo é outra característica que faz dos índices futuros uma ótima opção de entrada nas operações no mercado financeiro. Principalmente, para quem busca lucrar rapidamente com operações de trade.

Através de outras características, como a alavancagem e margem de garantia, os índices futuros são “baratos” de se operar. Assim, tornam possível fazer muito dinheiro mesmo com pouco capital para aporte.

Porém, existe um valor mínimo para operações de minicontratos, que é de R$100 para operações de day trade. Esses valores mínimos são regra da bolsa de valores brasileira, a B3, e são obrigatórios para todas as corretoras.

Vale pontuar que operar índices futuros e mini-índices não é uma tarefa fácil. É preciso muito estudo e prática para conseguir bons resultados.

Diversificação da carteira

É possível fazer uma certa diversificação da carteira de investimentos ao se operar com certos índices futuros.

Por exemplo, quando você opera com índice futuro do mercado global, como o S&P Futuro, se faz uma diversificação internacional. O que é vantajoso, pois, diminui a exposição do seu capital às oscilações do mercado nacional.

Essa diversificação é positiva já que ela reduz os riscos do investidor ou trader.

👉Gerenciamento de Risco: saiba o que é e como funciona

Conheça os principais índices futuros

A seguir, listamos alguns dos principais índices futuros que você pode negociar em suas operações. Mas fique atento, alguns desses índices não são negociados na bolsa de valores brasileira.

Ibovespa Futuro

O Ibovespa Futuro é um dos mais importantes índices futuros negociados na bolsa de valores. Ele é usado por traders e investidores para estabelecer sua posição em relação às expectativas e projeções de mercado do Ibovespa.

Também trata-se do indicador que representa o conjunto das empresas mais negociadas dentro da B3.

Dentro do mercado futuro este índice é negociado com um código próprio. No caso do Ibovespa Futuro, o código para realizar operações de compra e venda é o IND. Sua cotação é dada em pontos de índice com variação de pelo menos 5 pontos.

Operar com esse índice futuro tem algumas vantagens bem interessantes para o trader em termos de estratégias. Uma delas é usar o índice para fazer a proteção do capital contra exposição na renda variável. A outra estratégia é a de replicar a performance do Ibovespa sem a necessidade de arcar com os custos de transação do mercado à vista.

S&P 500 Futuro

O índice futuro S&P 500 Futuro baseia-se no indicador da bolsa americana, divulgado pela companhia Standard & Poor’s, e é uma das melhores formas para iniciar investimentos e operações de trade com contratos internacionais.

Ele é um dos principais indicadores de mercado de todo mundo, pois reúne as 500 ações das empresas mais negociadas na Bolsa de Nova York. 🌐

Esse contrato surgiu a partir de uma parceria feita pela B3 e o CME Group.

No mercado futuro, este índice possui o código de negociação ISP. Seu lote padrão possui um contrato, a variação mínima é de 0,25 pontos e cada ponto vale 50 dólares americanos.

Quando um investidor ou trader compra um contrato do índice S&P Futuro, ele se expõe ao desempenho do indicador S&P 500.

Minicontratos (WIN)

Entre os minicontratos existe o código WIN, que é o minicontrato futuro para o Ibovespa. Ele é muito recomendado para pessoas físicas que buscam poder comprar contratos com valor menor que o Ibovespa Futuro.

Ele torna as operações mais acessíveis para quem está começando e tem pouco capital. Também permite que o operador gerencie melhor seu risco e faça operações que o protejam da volatilidade da bolsa.

Dow Jones Futuro

Outro índice futuro que permite ao investidor ou trader operar com indicadores americanos é o Dow Jones Futuro.

Esse contrato futuro, vale destacar, não está disponível para sua negociação na bolsa brasileira, a B3. Para operar com o Dow Jones Futuro, você deve estar na Chicago Board of Trade (CBOT), onde este índice é negociado.

Esse índice replica o indicador composto por 30 das principais empresas americanas — consideradas como as blue chips do mercado de ações da bolsa de valores americana.

Nasdaq 100 Futuro

Junto do Dow Jones Futuro e do S&P Futuro, outro índice muito importante para operadores que buscam exposição ao mercado exterior é o Nasdaq 100 Futuro. Que, exceto as empresas do mercado financeiro, reúne as 100 maiores companhias

Ele também não está disponível para negociação dentro da B3, para operar com ele você deve negociar na CME (Chicago Mercantile Exchange).

O contrato mais negociado desse índice futuro é o tipo Nasdaq 100 E-Mini, pois exige a movimentação de valores menores.

Como investir em índices futuros?

Na Corretora Clear você pode investir em índices futuros com muita facilidade e rapidez. E o melhor, sem precisar pagar taxas de corretagem nas suas operações. Aqui a taxa é ZERO.

Além disso, a Plataforma da Clear é a mais prática para operar com contratos de índice dentro do mercado futuro. Vale muito a pena experimentar fazer suas trades e operações com contratos futuros no nosso Home Broker.

👉 Clique e saiba mais sobre as plataformas da Clear.

Conclusão

Agora que você sabe tudo sobre os índices futuros, o que está esperando? Conhecimento sem prática não vai fazer você ganhar dinheiro com esses contratos. Então, comece hoje a aplicar o que você aprendeu neste conteúdo para lucrar com esses contratos no mercado futuro.

Bora pra cima! 🚀

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *